People + Arts exibe 'Rio Ink'

Audiência vai definir se o reality show poderá virar uma nova franquia do original 'Miami Ink'

O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2008 | 21h18

O canal People + Arts vai colocar no ar, dia 28, às 22 horas, o episódio especial Rio Ink, franquia do Miami Ink, o reality show de tatuagem. O programa foi gravado nas lojas do estúdio Banzai, no Rio, em Ipanema e na Barra da Tijuca - embora o reality se fixe em Ipanema, claro. Quem comanda o time de tatuadores é Lúcio, quarentão que está na profissão há anos e tem boas histórias para contar. Os melhores momentos do reality são dele. Na equipe, outros dois tatuadores que se destacam são Márcio e Lia. Quem assiste ao Miami Ink sabe que os tatuadores, assim como os tatuados, são a alma da atração. E nisso, o Rio Ink peca um pouco. Nem todas as histórias são boas. Em algumas, aliás, falta muito tempero. Difícil entender isso, uma vez que a seleção dos sete personagens foi feita em meio a quase 25 mil inscritos. Mas há exceções. Há personagens ali que emocionam o espectador ao contar suas experiências. Outro ponto positivo é mostrar, na TV, a dor dos tatuados. Quem assiste à Miami Ink pode achar que ser tatuado não dói nada. No Rio Ink, os clientes sofrem e isso aparece na tela. Apesar dos tropeços, Rio Ink tem tudo para se tornar uma série. O feito depende do público. O especial é, na verdade, um piloto de um reality show que será testado no ar. "Ainda não há confirmação de que será seriado", diz Fernando Medin, gerente-geral da Discovery Networks no Brasil. "Vai depender da audiência." O especial será exibido em toda a América Latina e nos Estados Unidos, no canal Discovery en Español.

Tudo o que sabemos sobre:
RIo Inksérietatuagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.