Palavra de leitor

Ridícula essa briga em rede nacional envolvendo Globo e Record. Sem entrar no mérito de quem é certo ou errado nessa história, duas emissoras que se dizem sérias não deviam se prestar a tamanha palhaçada envolvendo a programação. Jornalísticos e até programas femininos entraram na dança. Quem perde com isso é o telespectador, que fica no meio desse circo de horrores.

O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2009 | 01h54

Berenice Lopes Diana

São Paulo, SP

Na ?guerra santa? Globo e Record,quem deve estar rindo à toa é o SBT,de Silvio Santos,maior concorrente da emissora do bispo Edir Macedo.Sem fazer nada, assiste, de camarote,ao massacre de notícias e revelações, já espalhados por toda a mídia.

J.S. Decol

decoljs@globo.com

Alguém deveria se manifestar contra o programa No Limite exibido no domingo, dia 9. Os participantes comeram peixes vivos e ovos com pintinhos supostamente natimortos. Aliás, em episódio anterior, mataram um peixe a paulada. Que combustível à crueldade é esse ? Queremos esse exemplo para a nossa população?

Neylson Braga

neylson@gmail.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.