Divulgação
Divulgação

Pablo Escobar: mitos e verdades cercam a vida e a morte do narcotraficante

Quase 22 anos depois, a sua morte segue envolta em mistério, mas o que se sabe é que o mundo nunca mais foi o mesmo

Pedro Antunes, O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2015 | 03h00

El Patrón, El Capo ou Don Pablo. Não faltaram apelidos para Pablo Emilio Escobar Gaviria, cuja vida (e a morte) é carregada de controvérsias. Herói para os que ele ajudou em obras assistenciais. Vilão para a grande maioria que sofreu com as atrocidades do narcotraficante. As duas faces do personagem ganham vida a partir de 28 de agosto, quando estreia Narcos nova série do serviço de TV sob demanda Netflix, estrelada por Wagner Moura e produzida por José Padilha. 

Escobar nunca foi extremamente bonito, mas sabia falar muito bem. No crime, aos poucos, dominou a região de Antioquia. Quando a cocaína chegou, Escobar percebeu a oportunidade. Levou-a para a América Latina, México, chegou a Miami. Ganancioso e feroz, fez inimigos. Gastou seus milhões em Medellín, construiu um bairro de moradias populares, ergueu estádios de futebol. 

Prometeu que seria o presidente da Colômbia. Sabia que podia comprar qualquer um, mas não enxergou o limite e o deixou passar. Foi preso e negociou com o governo colombiano para vetar a extradição de colombianos para solo norte-americano. Fugiu, enfim, mas não por muito tempo. Em 1993, foi localizado pela polícia. Uns dizem que ele morreu atingido pelos inimigos. O filho, Juan Pablo, alega que o pai se matou para proteger a família. 

Quase 22 anos depois, a história continua contraditória. O certo é que, em ruas de cidades como Bogotá, a capital, o lema de Escobar ainda é ouvido aqui e ali, como uma lembrança, um fantasma que marcou a história da América Latina e do mundo: “Plata o plomo?”, perguntava ele. Dinheiro ou bala? 


Tudo o que sabemos sobre:
pablo escobartelevisãoséries de TV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.