Zé Paulo Cardeal/Divulgação
Zé Paulo Cardeal/Divulgação

Ousado ou careta?

'Aline', série baseada nos quadrinhos de Adão Iturrusgarai volta à Globo no dia 1.º

Etienne Jacintho, O Estado de S. Paulo

26 de setembro de 2009 | 16h00

.

Aline, especial que a Globo testou no fim de 2008, ganhou sete episódios, que serão exibidos a partir desta quinta-feira, após A Grande Família. E o telespectador vai ver na tela uma versão modernosa do seriado que já está há dez anos em cartaz. Isso porque a equipe técnica de Aline é a mesma de A Grande Família, sob direção de Maurício Farias.

 

A linha que separa o cenário suburbano carioca kitsch do visual moderno da juventude paulistana é tênue. Algumas peças do guarda-roupa da Marilda de Andrea Beltrão ficariam bem na Aline de Maria Flor, atriz escolhida para transformar a heroína do HQ de Adão Iturrusgarai em uma garota de carne e osso.

 

Na série, Aline tem dois namorados, Pedro e Otto, os atores Pedro Neschling e Bernardo Marinho, respectivamente – que também não sairiam do figurino se usassem camisas do Agostinho de Pedro Cardoso. Apesar de ousado, o tema da garota que tem dois namorados é tratado com leveza e até caretice. "É uma comédia romântica", fala Maurício Farias, que recheou a atração com referências ao cineasta François Truffaut e à nouvelle vague – Jules e Jim é fonte óbvia. A música é elemento importante, e o titã Branco Mello é o DJ de bastidor. Na trilha há de tudo, pois Aline trabalha numa loja de discos, mas rock dos anos 70 é a prioridade. Aline tem no elenco Daniel Dantas, Malu Galli, Otávio Muller, Paulo Miklos, Leona Cavali e Bianca Comparato, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.