Órfãos de dubladores

O que Chaves, Jack Bauer e Homer Simpson têm em comum? [br]Eles perderam a voz

Keila Jimenez, O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2007 | 22h46

Quando chegar nos cinemas por aqui, nos próximos dias, o famoso "Dãããp!" de Homer Simpson não será mais o mesmo. A voz da mais hilária crítica ao pai de família americano mudou. Ou melhor, foi mudada. Sai o dublador Waldyr Sant?anna, voz do comedor de rosquinhas por 15 anos, entram Carlos Alberto, novo dublador, e uma legião de fãs "órfãos" do timbre de Homer."Entrei com um processo contra a Fox cobrando os meus direitos pela dublagem nos DVDs", conta Waldyr. "Em represália, eles me tiraram o Homer. Cheguei a gravar as chamadas do filme."Brigas pelo pagamento dos direitos conexos, morte, guerra de preços de estúdios... Não faltam motivos para a troca de dubladores no mercado.Troca essa que é sempre um transtorno para o público, ainda mais em séries e desenhos populares. "Todos percebem a mudança. Há protestos na internet", conta Waldyr. "Eu sou a voz do Homer desde sempre, ajudei a criar o jeitão dele", fala o dublador que, por incrível que pareça, tem cara e pinta de Homer.Jack Bauer também entrou numa fria. Dessa vez, nada de máfia chinesa, muito menos de ameaça terrorista. O agente de 24 horas foi parar na Justiça. Ou melhor, sua voz foi. Movendo também processo contra a Fox - que por sinal resolveu dublar tudo, para desespero de muitos - Tatá Guarnieri foi convidado a abandonar Bauer, que passou para o gogó de Márcio Simões.Com Lost a confusão envolveu a rivalidade entre os estúdios do Rio e de São Paulo. Após duas temporadas dubladas por profissionais de São Paulo, a Disney mudou a dublagem da série para o Rio. O atrito: de novo o pagamento dos direitos de dublagem para a TV e DVD."Os contratantes não pensam que dublagem, se bem feita, pode superar versões originais", fala o representante de Comissão dos Dubladores do Sindicato dos Artistas, Ricardo Vasconcellos. Isso é fato. Algumas produções são tão bem dubladas ou criam tanta identificação, que esquecemos que foram feitas originalmente em outro idioma. Ao ver a Sessão da Tarde, alguém se lembra que Jerry Lewis fala inglês?Em 1995, o clássico Chaves pareceu se calar de vez, com a morte de seu dublador, Marcelo Gastaldi. Por conta disso, e de brigas com outros dubladores, episódios ganharam nova voz em DVD e no desenho, que estreou este ano no SBT. Apesar da eterna repetição no ar, para muitos, Chaves virou outro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.