Globo | Paulo Belote
Globo | Paulo Belote
Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Olimpíada à parte, programação de 2016 carrega boa dose de 2015

Boa parte do que será visto na TV aberta em 2016 é culpa ou mérito do ano que agora termina. O caso mais evidente é a continuação de Os Dez Mandamentos, com extensão para A Terra Prometida, já planejada para a sequência, com Josué (Sidney Sampaio), na Record. 

Cristina Padiglione, O Estado

31 de dezembro de 2015 | 02h00

É também em parte por culpa de Moisés que a Globo retoma a temática rural na novela das 9. A escolha por Velho Chico, de Benedito Ruy Barbosa, foi atribuída ao adiamento de Sagrada Família, título provisório da trama de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villares, que levanta temas políticos, algo inconveniente em ano eleitoral. Mas, em vez de recorrer a alguma das próximas novelas já previstas para o horário a seguir, a emissora optou por Velho Chico, originalmente criada para a faixa das 18h, com direção de Luiz Fernando Carvalho. A alternativa representa uma quebra brusca na temática contemporânea urbana que tem repetido favelas, violência e Rio de Janeiro na faixa nobre, na qual a Globo sofreu grande evasão em 2015. Teses sobre escapismo não faltam: cansado de ver corrupção nos noticiários, o telespectador teria sido seduzido pelas terras prometidas por outros canais.

Na Band, também focada em Olimpíada e ano eleitoral, as grandes apostas não fogem à regra de 2015: vem aí mais carnaval em Salvador e mais Masterchef – em versão ampliada.

Enquanto isso, a TV paga, mesmo com ligeira retração de assinaturas, vem exibindo audiência crescente, assim como as plataformas de vídeo sob demanda. Um brinde aos novos hábitos. Um brinde a 2016.

91% dos pais brasileiros, os mais flexíveis do mundo, segundo a Netflix, permitem que as crianças fiquem acordadas no réveillon. Na média mundial, 60% preferem adiantar a ida dos filhos para a cam

“Viva o presente. Ninguém sabe o que o futuro pode fazer.” Frase do trailer que anuncia a 6ª a última temporada de Downtown Abbey, a partir de sábado, 22h30, no GNT. 

Priscila Fantin, que até outro dia se arriscava naquele Tomara Que Caia, encontra um porto mais seguro no Esporte Espetacular: domingo, ela exibe um pouco do Parkour, atividade física que já praticou. 

No Parkour, pessoas se movem de um ponto a outro, pulando obstáculos urbanos entre ruas e calçadas. A cena vale para a competição Parkour – Desafio Urbano, que reunirá 36 atletas em novo quadro do programa.

 

Maurício Arruda, o arquiteto, e não o diretor da Fátima Bernardes, estreia em março à frente do Decora, programa até aqui comandado por Marcelo Rosenbaum, no GNT. 

Rosenbaum se despediu dos assinantes e informou que vai se dedicar a outros projetos. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.