O que 'Lost' uniu, o blog não separa

A gaúcha Juliana Ramanzini, de 30 anos, não precisou nem colocar o Santo Antônio de cabeça para baixo. O cupido apresentou-se via internet, por causa do blog que ela escrevia sobre a série Lost. Em um encontro realizado no Rio de Janeiro com outros blogueiros, a gaúcha conheceu o carioca Davi Garcia, de 29. Os papos sobre a série migraram para outros caminhos e hoje eles moram juntos no Rio. Só resta saber se a paixão entre eles é igual à paixão de ambos por Lost. Convidá-los para qualquer compromisso às quintas-feiras pode ser um insulto. Esse é o dia "sagrado" para os lostmaníacos, quando a série é exibida nos Estados Unidos e acompanhada simultaneamente por eles na internet.Juliana e Davi, com a ajuda da amiga Fernanda Reple, mantêm um blog sobre a série. Para dar conta de todas as informações de Lost, eles têm um ritmo de trabalho frenético. A primeira atividade do dia é atualizar o blog. E isso se repete, no mínimo, mais três vezes - em dias "tranqüilos". "Às vezes, a informação nem saiu lá nos EUA e nós já estamos publicando aqui", orgulha-se Juliana, que não admite ser viciada em TV. O casal é avesso a novela e programa de auditório. Para sobreviver ao caos da televisão, os dois consomem diariamente suas doses de seriados. "Se não dá tempo de assistir durante a semana, vemos no fim de semana mesmo."Mas para quem não se vê refém de Lost, até que Juliana iria longe pela série. "Se tentassem encerrá-la sem explicação, íamos nos unir e até coletar assinatura."

Thaís Pinheiro, de O Estado de S.Paulo,

19 de abril de 2008 | 23h39

Tudo o que sabemos sobre:
Lostblogsinternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.