O papel da imprensa na crítica ao governo

Todos os Homens do Presidente. No TCM, às 23 horas. Reprise, colorido, 138 minutos

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2009 | 23h20

O papel da imprensa na cobertura dos fatos decisivos para a história mundial sempre foi colocada em questão. O documentário Fahrenheit - 11 de Setembro, de Michael Moore, por exemplo, foi questionado por apresentar imagens captadas pelas emissoras de TV sob um novo aspecto, propositalmente contrário ao governo Bush. Ao mesmo tempo, ele exibe cenas que não receberam destaque dessas emissoras. Em uma outra vertente segue Todos os Homens do Presidente, filme de Alan Pakula que o canal TCM exibe hoje, às 23 horas. Trata-se da famosa história real de dois jornalistas que, com matérias investigativas, derrubaram o presidente americano Richard Nixon, nos anos 1970. O roteiro adota o ponto de vista de Bob Woodward (interpretado por Robert Redford) e Carl Bernstein (Dustin Hoffman), repórteres do The Washington Post que investigam uma denúncia sobre irregularidades no governo. A partir de uma simples investigação de invasão a um prédio comercial, eles descobrem um novo caminho de apuração. As matérias culminaram em um escândalo a ponto de obrigar Nixon a renunciar. Instigante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.