O controverso declínio de Hitler

A Queda! As Últimas Horas de Hitler. No Telecine Cult, às 19h15. Reprise, cor, 200 min

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2009 | 21h54

A vinda de Tom Cruise ao Brasil (ele chega na terça-feira, ao Rio de Janeiro) para promover o filme Operação Valquíria vai suscitar um dos temas mais abordados da 2ª Guerra Mundial: a enigmática figura do ditador alemão Adolf Hitler.Em seu filme, Cruise interpreta um militar que tentou matar o fuhrer, em um plano mirabolante e quase perfeito. O tom é de aventura, como condiz a um astro de Hollywood, muito distinto do longa dirigido pelo alemão Oliver Hirschbiegel, A Queda! As Últimas Horas de Hitler, que o Telecine Cult exibe hoje.Trata-se da meticulosa descrição e das reflexões dos últimos 14 dias do império alemão. O longa dividiu opiniões pelo mundo, especialmente na Alemanha: para os mais críticos, o fuhrer (em interpretação forte e aterradora de Bruno Ganz) aparece demasiado humano; já para os outros, sua figura desponta como um homem trivial demais, especialmente em um momento tão crucial para o nazismo.Todos concordam, porém, que suas atitudes, na meticulosa interpretação de Ganz, se parecem com as de uma máquina com sua própria combustão interna brutal e secreta.

Tudo o que sabemos sobre:
HitlerTv & LazerA Queda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.