No Natal, só chatice

Todos os temores dos assinantes que pagam caro pelos pacotes dos canais a cabo vão se confirmar: o fim de ano será um horror, com reprises disfarçadas de maratona - seguidas horas de repetição de episódios das séries - e balanço das melhores atrações de 2007. Alguma dúvida? Vejamos. No dia 24, por exemplo, os sempre corretos National Geographic e Discovery abusam da paciência. O NatGeo exibe durante 11 horas um nebuloso Especial de Natal, enquanto o Discovery preenche o saco do Papai Noel, das 19h às 23h30, com programetes da produção O Segredo das Coisas. No réveillon, dose dupla: o Disc embute um certo Especial (?!) da 1h às 7h e das 13h às 18h. De quebra, tome mais cinco horas sobre a conquista do monte Everest - tudo já visto. A semana entre os feriados de Natal e Ano Novo é longa. Partindo do equivocado princípio segundo o qual as pessoas viajam, saem de casa e não assistem à televisão, os programadores capricharam na mediocridade - a grade está repleta de repetecos e mesmo entre esses a escolha recaiu sobre coisas como Missão Impossível ou Orgulho e Preconceito, tão exibidos que podem ser acompanhados pelas falas dos atores. Os inéditos dos C.S.I estréiam em fevereiro, todos no AXN. Já Dexter ainda é mistério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.