Ethan Miller/Reuters
Ethan Miller/Reuters

Nichelle Nichols, a tenente Uhura em 'Star Trek', quebrou barreiras para mulheres negras

Atriz elogiada por Martin Luther King, que atuou na série entre 1966 e 1969, morreu aos 89 anos

Lindsey Bahr, AP

01 de agosto de 2022 | 08h07

A atriz Nichelle Nichols quebrou barreiras para as mulheres negras em Hollywood quando interpretou a oficial de comunicações tenente Uhura na série de televisão original Star Trek. Nichelle Nichols morreu no sábado, 30, aos 89 anos, de causas naturais.

Seu papel na série de 1966-69 como tenente Uhura rendeu a Nichols uma posição de honra ao longo de sua vida entre os fãs do programa, conhecidos como Trekkers e Trekkies. Também lhe rendeu elogios por quebrar estereótipos que limitavam as mulheres negras a atuar como empregadas e incluiu um beijo interracial na tela com William Shatner, intéprete do Capitão Kirk, fato inédito na época.

Celia Rose Gooding, que atualmente interpreta Uhura em Star Trek: Strange New Worlds, escreveu no Twitter que Nichols “abriu espaço para muitas de nós. Ela foi o lembrete de que não apenas podemos alcançar as estrelas, mas nossa influência é essencial para sua sobrevivência. Em vez de bagunçar a situação, ela construiu uma nova.”

A atriz de Star Trek: Voyager, Kate Mulgrew, publicou no Twitter: “Nichelle Nichols foi a primeira. Ela foi uma pioneira que percorreu uma trilha muito desafiadora com coragem, graça e uma disposição maravilhosa que provavelmente não veremos novamente”.

Nichelle gostava de se lembrar de como o reverendo e ativista político Martin Luther King Jr. era fã do programa e elogiava seu papel. Ela o conheceu em uma reunião de direitos civis em 1967, justamente no ano em que decidiu não voltar para a segunda temporada da série.

“Quando eu disse a ele que ia sentir falta dos meus colegas, pois estava deixando a série, ele ficou muito sério e disse: 'Você não pode fazer isso'”, disse ela, em uma entrevista em 2008."'Você mudou a cara da televisão para sempre e, portanto, mudou a mente das pessoas'. Essa previsão que o Dr. King teve foi com um relâmpago que apareceu na minha vida”, disse a atriz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.