Netflix
Netflix

Netflix revela que terá mais de 80 produções para 2022

A principal será 'The Gray Man', com Ryan Gosling, mas vão estrear ainda a adaptação de 'Sandman' e novas temporadas de 'Stranger Things', entre outras; confira

AFP, Redação

10 de março de 2022 | 12h20

A Netflix anunciou, nesta quinta-feira (10), mais de 80 projetos cinematográficos para 2022 em todo o mundo, o que eleva a plataforma de streaming à primeira divisão do setor cinematográfico. 

Desde Guillermo del Toro a Daniel Craig, passando por Jessica Chastain, Ana de Armas, Ryan Gosling... a lista de estrelas e diretores hollywoodianos que irá colaborar nesses projetos é considerável. 

A principal produção é The Gray Man dos irmãos Anthony e Joe Ruso, baseada em um romance de Mark Greaney, o criador de Jason Burne

Seu personagem central é um agente da CIA (Ryan Gosling) convertido em um matador de aluguel. 

Por sua parte, Guillermo del Toro apresentará sua adaptação musical, e com personagens animados, da história infantil Pinóquio.

Daniel Craig (James Bond) voltará a interpretar um detetive na segunda parte de Entre Facas e Segredos, junto com Andrew Morton e Kate Hudson

O diretor Noah Baumbach vai adaptar White Noise, romance de Don DeLillo, enquanto que Romain Gavras, filho do diretor grego Costa Gavras, roda seu terceiro filme, Athenas.

Do lado das séries televisas, a Netflix anunciou Wednesday, de Tim Burton, The Sandman, adaptação de uma série de ficção científica entregue a Allan Heinberg e novas temporadas de sucessos como The Crown, Peaky Blinders e Stranger Things.

Trajetória

A Netflix iniciou a sua trajetória em 1997 como uma locadora online nos Estados Unidos, para os aficionados por cinema, que colocava a disposição deles centenas de títulos mediante a um modesto pagamento. 

Em 25 anos se converteu em um dos principais atores do setor com sucessos populares (Não Olhe para Cima, 2021), cinema de autor (Roma, 2018); (Ataque dos Cães, 2021) ou documentários. 

 
 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.