Netflix/Divulgação
Netflix/Divulgação

Netflix chega a Cuba

Serviço de vídeo sob demanda pega carona na retomada de relações dos EUA com país socialista

O Estado de São Paulo

09 de fevereiro de 2015 | 15h13

Na onda da retomada das relações diplomáticas dos Estados Unidos com Cuba, o Netflix anunciou na tarde desta segunda, 9, que acaba de lançar seu serviço de vídeo sob demanda no país caribenho. O comunicado da locadora virtual diz que começou a atuar por lá pois o acesso à internet está melhorando e, em breve, cartões de crédito internacionais serão acessíveis a toda a população da ilha.

Séries de sucesso produzidas pelo Netflix, como House of Cards e Orange Is the New Black e a recente Marco Polo estarão no catálogo, assim como animações da DreamWorks, como Rei Julien e As Aventuras do Gato de Botas. Até documentários como The Square, sobre a primavera árabe pode ser visto pelos cubanos.


"Cuba tem grandes cineastas e uma cultura e arte robustas, e um dia esperamos poder trazer seus trabalhos para a nossa audiência global, de mais de 57 milhões de membros. Estamos muito felizes por finalmente podermos oferecer a Netflix para o povo cubano, conectando-os com histórias de todo o mundo que eles irão adorar", disse cofundador e CEO do site Reed Hashtings.

Tudo o que sabemos sobre:
NetflixCubaHouse of Cards

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.