TV Estadão | 22.07.2015
TV Estadão | 22.07.2015

Naveen Andrews embarca em novo mistério na telinha em 'Sense8'

Ator que estrelou ‘Lost’ é destaque da série original do Netflix que já tem segundo ano confirmado

Pedro Antunes, O Estado de S. Paulo

25 Julho 2015 | 16h00

Não é preciso ter entendido o final de Lost – o que era aquela ilha, afinal? –, para saber que a série, apesar dos buracos de trama deixados escancarados e sem resposta, marcou a produção televisiva desde sua estreia, em 2004. A situação inusitada (naquele caso, a queda de uma aeronave em uma ilha no Pacífico) e envolvida de mistério, capaz de criar mais perguntas a cada resposta, passou a ser seguida à risca por séries genéricas, pouco criativas e oportunistas. Sense8, produção original do serviço de TV sob demanda Netflix, segue alguns trechos da receita de Lost, traz algo místico e personagens “escolhidos”, mas o faz de um formato fresco, sem cair nos clichês. E, além de tudo isso, a série traz de volta o rosto conhecido do personagem Sayid Jarrah. 

O ator britânico Naveen Andrews, que esteve em Lost até o fim da série, em 2010, volta a uma grande produção com Sense8, desta vez dirigido por Andy e Lana Wachowski, os mesmos da trilogia Matrix e do péssimo Destino Júpiter. Andrews interpreta o misterioso Jonas Maliki, um sujeito que se incumbe da missão de reunir os oito sensitivos protagonistas e fazê-los entender os poderes deles. 

Extremamente educado, veio a São Paulo para divulgar Sense8 e distribuiu simpatia. Chama os rapazes de “sir” e as moças de “miss”, sorri para as câmeras apesar da maratona de entrevistas. “Nossa série envolve tantos temas diferentes, mas o principal está na volta dessas oito pessoas, que são abençoadas ou amaldiçoadas por terem essa habilidade especial de conectar suas consciências entre elas”, explica o ator de 46 anos. 

Os oito protagonistas são chamados de sensitivos e têm a capacidade de usar as habilidades uns dos outros, como se compartilhassem os mesmos conhecimentos. Jonas, personagem de Andrews, também é um sensitivo, mas sua turma de oito é de uma geração anterior – Daryl Hannah é uma das parceiras do personagem. “Ter essas habilidades pode ser extremamente perigoso”, adverte o britânico. 

Trabalhar com os Wachowskis foi um dos motivos para que Andrews decidiu embarcar nessa aventura de nível mundial – diferentemente de Lost, Sense8 levou seu elenco a oito cidades do globo, São Francisco, Chicago (ambas nos Estados Unidos), Londres (Inglaterra), Reykjavik (Islândia), Seul (Coreia do Sul), Mumbai (Índia), Berlim (Alemanha), Nairóbi (Quênia) e Cidade do México (México). “A direção deles tem algo de muito visceral e emocional, algo muito mais importante do que está no roteiro. Afinal, o que está escrito ali não é exatamente o que vai para as telas”, relembra o ator. “A experiência foi exaustiva e excitante, ao mesmo tempo”, acrescenta Naveen Andrews.

CARREIRA PÓS-LOST

 ‘Sinbad’ (2012)

Sete episódios da série 

‘Diana’ (2013)

Viveu o amante da princesa 

‘Era Uma Vez no País das Maravilhas’ (2013) 

Interpretou o vilão de Aladim

Far Cry 4 (2014) 

Dublou Sabal no game

Mais conteúdo sobre:
Naveen Andrews

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.