'Não sofram com a geladeira vazia!'

Ele comanda o Larica Total, programa que faz a alegria de homens solteiros no Canal Brasil

Gustavo Miller, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2008 | 00h40

Para ele, não existe essa de ter medo de cozinhar. Qual a dificuldade de se fazer um arroz? De colocar um feijão no forno?De preparar um macarrão? Ensinar o bê-á-bá da culinária é tarefa do "chef" Paulo de Oliveira, do Larica Total (Canal Brasil). A atração é voltada aos solteiros que passam longe da cozinha. Para resolver isso, Paulo criou a "culinária de guerrilha". A equação é simples: com alguns ingredientes existentes na geladeira e um pouco de imaginação, ele monta pratos que são preciosidades da baixa gastronomia brasileira, como o Frango Total Flex e o Yakisobra. Conversamos por telefone com o Paulo (Tiefenthaler, o ator), mas ficamos com a impressão de que o Paulo da entrevista era o "de Oliveira".Cozinhar para quê?Para se divertir! Não sofram com a geladeira vazia! Não despreze a cebola ali no fundo da prateleira, aquele pão dormido. Se não tiver a panela Wok para fazer um yakissoba, usa a preta mesmo! Não tem liquidificador, bate com a mão! Seja feliz com a situação que você tem, levanta e pára de chorar! Cozinha não é um lugar para só tomar água, fazer misto-quente e ovo mexido.Por que o público se identifica tanto com o chef Paulo?Porque ali é a vida real. Os programas de culinária da TV são muito limpos e organizados. Quem tem uma trufa em casa? Você não se identifica com os profissionais.O programa parece amador, tanto que é gravado em sua casa. E o texto, é tudo improviso?Não, são dez páginas de roteiro! Mas eu tento deixar 50% de improvisação. Vamos fazer um brainstorm daqui a dez minutos, mas muito acontece na hora (da gravação). O frango estragado da receita do Frango Total Flex foi de verdade. A boca do fogão que estava suja também. Eu tinha dado um jantar no outro dia e fiquei com preguiça de lavá-lo... Temos um chef que bola as receitas, mas nos últimos três programas fomos independentes. Peguei uma receita de brownie na internet e a fiz pela primeira vez na gravação. Foi na hora!E a interatividade com o público, como é? Você fala com ele pelo Orkut, pelo site www.laricatotal.com.br e as pessoas podem enviar receitas...Tem um Evaldo que põe os programas no YouTube. Só sei que ele é palmeirense e metaleiro. Isso é sensacional, até coloquei os vídeos deles no site! Vejo as comunidades no Orkut todos os dias e criei um perfil do Paulo ali. A internet é o grande faroeste da comunicação.Quais são os ingredientes que não podem faltar na geladeira?Básicos: água, cerveja, sal, cebola, pimenta e alho. E alguém para conversar! (risos)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.