Edu Moraes/Divulgação
Edu Moraes/Divulgação

'Não conseguiria inventar a roda', diz Sabrina Sato sobre novo programa

Apresentadora afirma não ter muita expectativa sobre sua estreia na Record

João Fernando, O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2014 | 17h21

Após mais de dois meses do início da produção do Programa da Sabrina, com estreia marcada para sábado (26), às 20h30, na Record, Sabrina Sato afirma manter o pé no chão para sua atração solo depois de quase dez anos com o Pânico. "Não queria criar expectativa. É tudo novo, o fato de eu estar sozinha já é novo.  Eu já tinha em mente que não conseguiria inventar a roda. Não é um programa de humor, tem de tudo", disse em entrevista coletiva nesta terça.

Com cerca de duas horas no ar, a atração terá atrações musicais, brincadeiras e entrevistas. Na primeira edição, Sabrina conversa com Tom Cavalcante, que deixou a Record e ainda não volto à TV. Um dos carros-chefes é o jogo Meu Marido É o Cara, criado pela Freemantle (mesma produtora do Ídolos), em que casais participam de uma disputa por um prêmio de R$ 5 mil. No Sabrina Esteve Aqui, a apresentadora vai a um estabelecimento comercial de pequeno porte, como salão de beleza ou açougue para fazer um comercial de 30 segundos e ajudar a divulgar o local. 

Por enquanto, Sabrina não pretende brigar pela audiência dos domingos, dia em que dava expediente na RedeTV! e na Band. "Começar domingo é para gigantes. No sábado, não tem essa cobrança. E de programa de auditório só vai ter esse meu", defende ela, que não mostra mágoa com a antiga equipe de humoristas. "Sou muito grata ao Pânico e a tudo que eles me deram. Eles estarão sempre no meu coração."

Com sessões de fonoaudiologia para controlar a fala rápida e marcações no palco para evitar que se movimente muito diante da câmera, a paulista de Penápolis aposta em sua evolução no vídeo. "Nós, mulheres, somos multifacetadas. E tenho a oportunidade de mostrar outro lado meu. Na TV, a gente fica muito rotulado. Mas a Sabrina desmiolada continua firme e forte. Acho que sou como o vinho, vou melhorar com o tempo. Quero que achem (do programa) como a minha mãe, que ama tudo o que eu faço", diverte-se.

Tudo o que sabemos sobre:
Sabrina Sato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.