Mussum forevis: 15 anos sem ele

Internet se encarrega de eternizar cenas e bordões do Kid Mumu da Mangueira

Ana Freitas, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2009 | 23h35

Antônio Carlos Bernardes Gomes, ou o Mussum, como nunca deixou de ser conhecido, deixou saudades quando morreu, há 15 anos, vítima de complicações de um transplante de coração. Os Trapalhões já não era mais a mesma coisa desde a morte de Zacarias, em 1990, mas a partida de Mussum foi a confirmação de que os domingos não seriam mais os mesmos. Na noite de 29 de julho de 1994, no Jornal Nacional, Cid Moreira anunciou a morte do autor de bordões até hoje repetidos pela geração que cresceu assistindo a Mussum.

Como não precisava fazer esforço para ser engraçado, não é difícil encontrar pérolas de Mussum pela rede. Boa parte dos quadros clássicos estrelados pelo humorista foram digitalizados pelos fãs e estão disponíveis no YouTube. A seguir estão algumas delas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.