MTV protesta por ser cortada da programação nacional da Sky

Empresa e emissora não chegam a acordo para continuar a transmissão; em São Paulo, canal continua no ar

Da Redação,

06 de junho de 2008 | 17h23

A MTV protestou nesta sexta-feira, 6, contra o fim da transmissão da emissora em âmbito nacional pela televisão a cabo Sky. Em comunicado, o canal disse que a empresa foi "contra interesses de milhares de seus consumidores, da audiência da MTV Brasil e de seus assinantes que nem foram comunicados sobre a mudança." A Sky explicou em nota ao estadao.com.br que o corte foi realizado porque o acordo de distribuição venceu em 31 de dezembro e, desde então, as partes não firmaram um novo contrato.  "Consideramos que a proposta oferecida pelo canal é abusiva e com condições comerciais que teriam impacto negativo nos preços praticados junto aos nossos clientes", informou a Sky. "Dessa forma, desde a meia-noite de 1º de junho, demos início ao processo de desligamento do canal", acrescenta. Segundo a MTV, a transmissão para São Paulo não foi cortada. A Sky informou que no lugar da MTV Brasil, os assinantes terão a MTV Hits, canal norte-americano lançado em 2002 que transmite videoclipes sem intervalos.

Tudo o que sabemos sobre:
MTVSky

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.