Acervo Estadão
Acervo Estadão

Morre o ator Orival Pessini, criador do Fofão, aos 72 anos

Artista nasceu em Marília, interior de SP, em 1944, começou a carreira no teatro amador e estreou na TV Tupi em 1963

O Estado de S. Paulo

14 Outubro 2016 | 08h27

Morreu na madrugada desta sexta-feira, 14, em São Paulo, Orival Pessini, criador dos personagens Fofão e Patropi, aos 72 anos. "Perdemos hoje às 4 horas da manhã um grande artista, uma pessoa que trouxe alegria a várias gerações com seu humor adulto ou para as crianças com o Fofão", escreveu no Facebook o empresário Alvaro Gomes. Pessini tinha um câncer no baço e estava internado no Hospital São Luiz do Morumbi, na Zona Sul da cidade.

O ator nasceu em Marília, interior de SP, em 1944, começou a carreira no teatro amador e estreou na TV Tupi em 1963. 20 anos depois, criou o Fofão para o Balão Mágico, da Globo, talvez o personagem infantil mais popular da TV brasileira nos anos 1980, que depois migrou para a Rede Bandeirantes.

Ele também criou o Patropi, no programa Praça Brasil, um hippie universitário que também apareceu em outros programas, como A Praça é Nossa! e Escolinha do Professor Raimundo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.