Divulgação
Divulgação

Morre, aos 60 anos, a atriz Lucy Mafra

Atriz trabalhou por quase 30 anos na TV Globo; último trabalho foi em 'América', de Glória Perez, em 2005

O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2014 | 19h17

Internada com depressão após a morte de sua mãe, há quatro meses, a atriz Lucy Mafra morreu na última quinta-feira, aos 60 anos, com falência múltipla de órgãos, pneumonia, insuficiência respiratória e neoplasia de pulmão. Lucy trabalhou por quase 30 anos na Globo. Atuou nas novelas Água Viva, Partido Alto, Pátria Minha, A Próxima Vítima, Estrela Guia e O Clone, onde viveu Valéria. Em Kubanacan, foi Nadine e em América, Claudete.

Durante o folhetim de Glória Perez, em 2005, Lucy foi acusada por uma camareira de ter furtado dinheiro da bolsa da atriz Christiane Torloni, em episódio que nunca foi comprovado. Desde então, no entanto, ela nunca mais foi escalada para outra produção, nem na Globo nem em outros canais.

Em crise financeira, foi morar com a mãe, em Vassouras (RJ), sua cidade natal, de quem cuidou até quatro meses atrás, quando a mãe morreu. Em depressão, Lucy ficou sem abrigo e foi internada há dois meses.

A atriz entrou na Globo em 1976, por Saramandaia. Atuou ainda na minissérie Engraçadinha, Seus Amores e Seus Pecados, onde viveu Assunta. Foi Candoquinha na Escolinha do Professor Raimundo, ainda em 1990. No cinema, fez Eu Matei Lúcio Flávio e Gabriela, Cravo e Canela.

Mais conteúdo sobre:
Lucy Mafra Globo Televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.