Tolga AKMEN AFP
Tolga AKMEN AFP

Morre, aos 40 anos, Caroline Flack, apresentadora de TV britânica

Acusada de agressão pelo namorado, a ex-apresentadora do reality show 'Love Island' seria julgada nas próximas semanas

Jennifer Hassan, Tha Washington Post

15 de fevereiro de 2020 | 21h05

Caroline Flack, ex-apresentadora do popular reality show britânico Love Island, morreu aos 40 anos. Sua família confirmou a informação à BBC neste sábado, 15. O advogado da família disse que ela cometeu suicídio e foi encontrada em seu apartamento em Londres.

"Confirmamos que nossa Caroline morreu neste 15 de fevereiro", disse a família em um comunicado. "Pedimos que a imprensa respeite a privacidade da família neste momento difícil e não tente nos procurar ou nos fotagrafar."  

A apresentadora tinha sido envolvida, recentemente, em um caso de violência doméstica e foi acusada em dezembro de agredir seu parceiro, o tenista Lewis Burton. Seu julgamento estava marcado para começar em algumas semanas.

Em dezembro, Flack anunciou que não apresentaria mais o Love Island e disse que o programa era o seu "mundo". Na sexta-feira, 14, Dia dos Namorados, ela postou uma foto com seu cachorro em sua conta no Instagram enquanto Burton compartilhou uma foto do casal e escreveu que a amava.

O post de Flack surgiu depois de semanas de silêncio nas redes sociais. Em dezembro, ela disse a fãs que tinha sido orientada a não usar as redes sociais. Em um post do ano passado, ela agradecia aos fãs pelo apoio e que o intenso escrutínio a que ela estava sendo submetida era demais para uma pessoa só.

"Eu sou um ser humano e não serei silenciada quando tenho uma história para contar e uma vida para tocar adiante... Estou usando o tempo para me sentir melhor e para aprender algumas lições com essa situação em que me meti. Eu não tenho nada além de amor para dar e desejo o melhor para todos", Flack escreveru.

A rede de TV britânica ITV, que transmite o popular reality show, divulgou um comunicado em que dizia que a apresentadora era muito amada pela equipe do Love Island. Sua morte causou comoção também nas redes sociais.

 

Tudo o que sabemos sobre:
suicídiotelevisãocultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.