Mocinhos de ouro

Fazia tempo que um casal de protagonistas não se saía tão bem - e logo de cara - numa novela quanto o Zeca (Eriberto Leão) e a Maria Rita (Nathália Dill), de Paraíso. Os dois são "o mocinho e a mocinha" clássicos, sem ser chatos. Muito pelo contrário, são líricos na medida, com sentimento e sem frescura. Nesta cena emocionante, Maria Rita conta para Zeca como se tornou a "Santinha". "Mamando na sacristia, nos intervalos da missa", desabafa ela. "Eu, como filho do diabo, não passei metade do que você passou como filha da santa", conclui o peão. Para quem ainda acredita no amor, imperdível.

Patrícia Villalba, O Estado de S.Paulo

21 de junho de 2009 | 00h33

CONFIRA - O desabafo de Santinha: http://tinyurl.com/mvjnlm

?O senhor é um tolo!?

http://tinyurl.com/lbrv3d

Rodolfo (Danton Mello) leva bronca e avisa que perdeu a língua, mas consegue beijar a Sinhá Moça (Débora Falabella), numa das cenas mais esperadas do remake.

Ah, Murilo...

http://tinyurl.com/lp6h6v

Quem gosta de ver Murilo Rosa como o Dr. Lucas de Caminho das Índias vai adorar esse pot-pourri de momentos românticos do Padre Miguel de Desejo Proibido (2007).

Até que enfim!

De cabeça baixa e olhos azuis lacrimosos, e depois de bilhetes desencontrados e mil intrigas, Inácio (Fábio Assunção) finalmente pede perdão a Ester (Malu Mader) em Força de um Desejo (1999).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.