Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Mauricio de Sousa ganha documentário da National Geographic

Em dois episódios, documentário revisita trajetória do cartunista Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica

Lucila Sigal, Reuters

07 Dezembro 2018 | 07h00

O premiado cartunista brasileiro Mauricio de Sousa, criador dos famosos personagens da Turma da Mônica, revisitará sua carreira de quase 60 anos em um novo documentário reality da série BIOS, que a National Geographic estreará em 2019, segundo informou o canal à Reuters.

Mauricio, 83 anos, será o quarto personagem latino-americano a fazer parte da série. O programa mostrará em dois episódios de uma hora um material inédito e contará com a colaboração de Mauricio e de sua filha Mônica.

O comediante Fábio Porchat conversará com Sousa e relembrará sua trajetória desde a criação dos famosos personagens brasileiros dos quadrinhos. A série promete revelar arquivos inéditos e contar momentos únicos em uma recapitulação desde sua infância, passando pelo parque de diversões Parque da Mônica e por seu estúdio em São Paulo.

Mauricio de Sousa segue totalmente atuante há 60 anos. Não pode caminhar nem duas quadras, pois o povo o para, abraça, é um ídolo total no Brasil e aos 83 anos segue trabalhando como quando começou”, disse Fernando Semenzato, vice-presidente sênior de produções originais da National Geographic na América Latina.

“Estamos começando agora a gravar com ele sua história e a revisar todo o arquivo de material que temos”, acrescentou. A princípio, o programa será transmitido no Brasil e na NatGeo Mundo, que é o canal da National Geographic para o mercado hispânico nos Estados Unidos.

“Os quadrinhos da Turma da Mônica fazem parte da história de todos os brasileiros e durante as últimas seis décadas atravessou gerações. Com este documentário, oferecemos a oportunidade de redescobrir Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e outros dos 250 personagens criados por Mauricio”, disse em um comunicado Michel Piestun, vice-presidente sênior e gerente geral da Fox Networks Group Brasil. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.