Nathan Congleton/NBC/AP
Nathan Congleton/NBC/AP

Matt Lauer, apresentador da NBC, se diz 'envergonhado' por denúncias de assédio

'Não há palavras para expressar o meu pesar e arrependimento pela dor que causei aos demais com palavras e ações'

EFE

30 de novembro de 2017 | 14h17

O apresentador da emissora NBC Matt Lauer se disse nesta quinta-feira "envergonhado" pelas denúncias sobre seu "comportamento sexual inadequado" no ambiente de trabalho, o que provocou sua demissão na quarta-feira, 29.

Lauer, de 59 anos, estava há duas décadas à frente do programa matutino Today e era uma das principais figuras do canal.

"Não há palavras para expressar o meu pesar e arrependimento pela dor que causei aos demais com palavras e ações", afirmou o veterano apresentador.

"Às pessoas que magoei, sinto muito", acrescentou Lauer em comunicado lido no programa que apresentou até a última terça-feira.

Lauer foi despedido pela emissora após uma denúncia contra o apresentador que foi recebida na segunda-feira à noite. Desde que foi anunciada sua saída, surgiram outros casos que estão sendo ventilados na imprensa.

Em seu comunicado, o apresentador da NBC diz que parte do que foi dito contra ele nas últimas horas "é falso", mas "há verdade suficiente nessas histórias para me fazer sentir triste e envergonhado".

O caso de Lauer se soma a outros que foram denunciados nas últimas semanas e que afetam figuras de Hollywood e da imprensa.

Muitos desses casos afetaram mulheres há vários anos, mas foram revelados após as denúncias feitas contra o famoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein. EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Netflix divulga as 5 séries internacionais preferidas do público brasileiro
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • ‘Sonic - O Filme’: Internautas aprovam ‘reforma’ do personagem; assista
  • Lollapalooza Brasil 2020: confira o line up por dia 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.