Maria Eva se torna a Evita da Portelinha

Ela transforma a favela em roteiro turístico e conquista a todos com o estilo perua do bem

O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2007 | 21h05

Maria Eva (Letícia Spiller) vai mostrar em breve que a inspiração que tira da figura de Eva Perón não é só uma questão de madeixas platinas e dourados mil em Duas Caras.   Depois da incursão que fez à Portelinha para tentar obter a permissão do manda-chuva Juvenal Antena (Antonio Fagundes) para que seu sobrinho Duda (Guilherme Gorski) filme o tal documentário na favela, a promoter sacudida vai agora transformar a comunidade num roteiro turístico.   Tal como a ex-primeira-dama argentina, Maria Eva deve se tornar uma espécie de "mãe dos pobres". "Com todo aquele jeito e suas roupas extravagantes, ela vai acabar conquistando a comunidade. Acho que ela vai virar uma pessoa muito querida e conhecida na Portelinha", arrisca Letícia, que aproveita para instigar: "E acho também que vai rolar uma bela amizade entre ela e o Juvenal Antena."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.