STELLA DE CARVALHO
STELLA DE CARVALHO

'Mal Me Quer' mostra casal que decide simular sua separação

Nova atração da Warner, série traz no elenco os atores Julia Rabello, Felipe Abib e Klara Castanho

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2019 | 03h00

Faz parte da vida ver casais passando por situações de aperto financeiro e lutando bravamente para superar essas intempéries. Pois foi pensando nisso que a Warner, em parceria com a Boutique Filmes, lançou na quinta-feira, 7, a série original Mal Me Quer, com Julia Rabello, Felipe Abib e Klara Castanho, dirigida por Ian SBF, com criação e roteiro de Ana Reber e Rodrigo Castilho.

Em tom de comédia, série mostra Marcel (Felipe Abib), um agente de viagens, e sua mulher Olívia (Julia Rabello), que é dentista, mas, além disso, tem uma personalidade bem particular, por ser muito sincera, tentando encontrar uma saída para a falência que está prestes a acontecer. E isso é decorrência do ingênuo Felipe ter sido passado para trás por seu contador.

Como a situação é grave, os dois chegam à conclusão que a saída para a crise financeira é o divórcio, que garantiria a manutenção do patrimônio da família. Ao decidirem pela separação, comunicam aos três filhos, que surpreendem os pais pelas reações de cada um. O JP (Lipe Volpato) logo tem a ideia de tirar vantagem da situação, Manuela (Klara Castanho) quer mesmo é concretizar sua viagem para um intercâmbio e Bruna (Chiara Scalett), mais sensata, será uma espécie de juíza. 

“Olha, acho que eles podem não ter entendido, logo de cara, que se tratava mesmo de uma separação. Porque, hoje em dia, se separar já faz parte do vocabulário – antes era um monstro. Quando a família começa a viver a separação e o que ela realmente causa, os filhos passam a entender do que se trata – e aí acontece a transformação na vida familiar. No começo, quando os filhos só querem saber dos próprios interesses, é porque eles não sabem ainda o tamanho do problema”, explica Julia.

Com seis episódios, a série revelará que, após decidirem pelo falso divórcio, começam a procurar situações, fatos, qualquer coisa que mostre que eles não estão se entendendo. “Para esse casal, a separação é um momento de descobrir coisas na vida do outro, o que gera muitas DR’s grandes, e a Olívia não foge de dizer a verdade. Não sei se ela é uma ‘sincerona’ compulsiva, mas ela é uma mulher contemporânea que banca a própria opinião, sem omitir ou mentir”, conta Julia, que vive essa mulher que costuma causar situações delicadas. 

Mas essa solução vai colocar à prova a relação dos dois e a união da família. Mesmo em desacordo em muitos pontos, Marcel e Olívia nunca havia pensado em viver separados, pois o relacionamento sempre foi bom para todos. “Por isso é que digo que a palavra que para mim define a história da série é ‘afeto’. Afeto, amor... É uma família que se ama e um casal que se ama. O amor deles alimenta toda essa família. Eles só passam por tudo isso porque esse elo deles, que é o amor, é muito forte. Se não, não compensaria passar por tudo isso”, revela ainda a atriz.

Mal Me Quer vai ao ar às quintas, às 19h35, com reprises às sextas, às 18h30. Se vai ficar só na telinha ainda é cedo para dizer, mas que tem pinta de poder virar filme, tem sim. O que Julia Rabello concorda. “Olha, faço votos que sim! Dá um filme, um livro, uma boa noite de jantar... Dá tudo!” 

Mais conteúdo sobre:
Ian SBFcinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.