MattSayles/AP Photo
MattSayles/AP Photo

'Mad Men' e 'Modern Family' foram os grandes ganhadores do Emmy

Seriado 'Lost', que concorria a 12 categorias, decepcionou e não levou nenhuma estatueta do principal prêmio da televisão norte-americana

Efe

30 de agosto de 2010 | 02h13

Expectativa superada. Cast da série novata "Modern Family", levou o primeiro Emmy, como melhor comédia

 

LOS ANGELES - As séries "Mad Men" e "Modern Family" se proclamaram neste domingo melhor drama e melhor comédia da televisão nos Estados Unidos, respectivamente, na 62ª edição da entrega dos prêmios Emmy, realizada no teatro Nokia de Los Angeles.

Saiba mais:

Veja galeria de fotos do envento

"Mad Men" repetiu pelo terceiro ano consecutivo como Melhor drama e venceu títulos como "Dexter", "Breaking Bad" e "Lost", que os críticos assinalavam como possíveis vencedores, enquanto a novata "Modern Family" confirmou as expectativas e conseguiu se coroar como Melhor Comédia, categoria dominada por "30 Rock" desde 2007.

Esta série de humor, que conta entre seus protagonistas com a colombiana Sofia Vergara, ficou com seis Emmy no total, entre eles Melhor Roteiro e Melhor Ator coadjuvante de comédia para Eric Stonestreet.

"Mad Men" teve que se conformar com quatro prêmios dentre 17 indicações, entre eles dois técnicos e um para Melhor Roteiro de Drama, embora não tenha vencido nas categorias interpretativas.  

 

 Cast de 'Mad Men'. Pelo terceiro ano consecutivo, a série ganhou como Melhor drama e levou quatro estatuetas

A festa do Emmy foi apresentada por Jimmy Fallon e que teve seu melhor momento em sua paródia musical de abertura.

Em termos absolutos, a minissérie sobre a Segunda Guerra Mundial produzida por Tom Hanks, "The Pacific", conseguiu o maior número de Emmy, oito, seguida pelo telefilme "Temple Grandin", que obteve sete estatuetas.

Entre as surpresas da noite esteve a vitória de Kyra Sedgwick como Melhor Atriz de Drama por "The Closer-Perto Demais", um prêmio para o qual já tinha sido candidata quatro vezes sem sucesso, assim como o Emmy para Jim Parsons ("The Big Bang Theory") como Melhor Ator de Comédia.

Parsons entrava nas apostas pelo prêmio embora o ganhador dos dois últimos anos, Alec Baldwin ("30 Rock"), e o possuidor de três Emmy Tony Shalhoub ("Monk") apareciam com mais chances.

Edie Falco ficou com o prêmio de Melhor Atriz de Comédia por "Nurse Jackie", o quarto de sua carreira, após três por "A Família Soprano", e Bryan Cranston voltou a subir ao palco para receber o Emmy de Melhor Ator de Drama por "Breaking Bad", algo que já é tradição desde 2008.

Apesar de que muitos davam como ganhadora Elisabeth Moss ("Mad Men") como Atriz Coadjuvante em Drama, Archie Panjabi levou finalmente o Emmy para casa por seu papel em "The Good Wife", enquanto Aaron Paul ficou com esse prêmio na categoria masculina por "Breaking Bad".

A comédia musical "Glee", uma das principais novidades de 2009 na televisão de Estados Unidos e que concorria a 19 Emmy, terminou a noite com quatro estatuetas, entre as quais destacou-se a de Melhor Direção em Comédia e de Melhor Atriz Coadjuvante para Jane Lynch.

Entre as grandes decepções da festa esteve a popular "Lost", que encerrou este ano sua misteriosa trama entre grande expectativa da audiência, mas cujo desempenho artístico não convenceu o suficiente os acadêmicos.

"Lost" concorria com 12 candidaturas, três delas interpretativas, mas não levou nenhum Emmy.

O ator Al Pacino foi uma das grandes estrelas de Hollywood recompensadas com um Emmy este ano graças a seu trabalho na minissérie "You Don't Know Jack", na qual interpretou o médico Jack Kevorkian, apelidado "doutor morte" por praticar a eutanásia em centenas de pacientes.

George Clooney foi homenageado pela Academia da Televisão com o prêmio humanitário Bob Hope pela contribuição a gerar consciência na sociedade sobre os problemas no Sudão, no sudeste asiático após o tsunami de 2004 e pela crise no Haiti depois do terremoto de janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.