'Luana quase foi contratada'

A relação entre o Pânico e Luana nunca foi das melhores. Perseguida por causa das Sandálias da Humildade, a atriz virou chacota da trupe na confusão "Caetano fez não fez" a música para ela. Até mudar o nome de sua cidade natal, de Jabuticabal para Luanópolis, o Pânico sugeriu em campanha. Troca de ironias, tapas... Mas processo mesmo só veio no início deste ano, após a dupla Vesgo e Silvio ter plantado durante todo um dia um carro de som na porta de Dado Dolabella (ex da atriz), pedindo, na época, para que ele reatasse com Luana. A decisão judicial (de R$ 300 mil de indenização) - à qual cabe recurso, deixou indignado o vice-presidente da Rede TV! , Marcelo Carvalho. "Como se explica essa Luana e esse Dado terem, meses atrás, negociado para trabalharem na mesma RedeTV! que processam?", provoca ele. "Agora Luana fala que não, que foi convidada a fazer Donas de Casas Desesperadas e recusou. Mentirosa. Ela acertou salário, aceitou fazer, mas nós não pudemos por causa da agenda de teatro dela", continua Carvalho. "Não ganhou dinheiro de um lado, sendo contratada, e quer tirar dinheiro de outro. Eu testemunhei o casal dizendo ao jurídico que retiraria a ação se os contratássemos", ataca o executivo.Procurada pelo Estado, Luana Piovani preferiu não se manifestar sobre o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.