Kieslowski em box, a febre do mercado

Um verdadeiro festival Kieslowski toma conta das lojas e locadoras. Depois da caixa com a chamada Trilogia das Cores (A Fraternidade é Vermelha, A Liberdade é Azul e A Igualdade é Branca) lançada pela Versátil, chegam ao mercado três caixas da Silver Screen Collection com filmes dirigidos pelo cineasta polonês, morto em 1996. A principal delas traz o Decálogo, série de dez filmes feitos há 20 anos para a TV polonesa. Os dois outros volumes reúnem a versão integral de dois títulos da série (Não Amarás e Não Matarás), além de quatro filmes realizados pelo cineasta nas décadas de 1970 e 1980: A Cicatriz (1976), Amador (1979), Sem Fim (1985) e A Sorte Cega (1987). As versões integrais de Não Amarás e Não Matarás foram recentemente lançadas por outra distribuidora (Platina), o que comprova não só o interesse pela obra de Kieslowski como sua popularidade entre os cinéfilos brasileiros, que ainda têm à disposição títulos como A Dupla Vida de Veronique, lançado pela Versátil, que promete para breve o lançamento de outra caixa com o Decálogo.O Decálogo é a maior e mais disputada obra de Kieslowski por uma série de razões: primeiro, porque a minissérie, com dez filmes de uma hora de duração, sintetiza os temas tratados em outros filmes do diretor, explorando o caráter contraditório de cada um dos mandamentos, a começar pelo primeiro, que não admite a existência de outro deus além Dele. Nesse emocionante filme, um homem de ciência, que só acredita na razão, calcula com precisão a espessura de um lado congelado para seu filho patinar, mas não conta com o acaso. É colocado à prova pelo destino e pela tia religiosa do garoto.De todos os filmes do Decálogo, o quinto (Não Matarás) e o sexto (Não Amarás) são os episódios mais perturbadores. No primeiro, um desocupado mata um taxista e um advogado, colocando em julgamento os próprios juízes pelo rigor da sentença a ele aplicada. Em Não Amarás,um rapaz tímido se apaixona por uma mulher madura e, desprezado por ela, tenta o suicídio. Kieslowski segue a lista dos mandamentos luteranos e católicos, mas não age como pastor. Antes, tenta entender porque seus semelhantes são incapazes de segui-los.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.