Júlia declara guerra a Juvenal

Júlia (Débora Falabella) resolve questionar o poder de Juvenal (Antônio Fagundes). Para tanto, começa a fazer a cabeça de Evilásio (Lázaro Ramos) contra o seu padrinho. A namorada do rapaz questiona de onde vem tantas ordens e como Evilásio pode obedecer tão cegamente um líder populista como Juvenal. No início, Evilásio não ouve Júlia, mas depois começa pensar melhor sobre os desmandos de Juvenal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.