Youtube
Youtube

John Krasinski queria algumas boas notícias, então ele chamou Steve Carell

Os dois astros de 'The Office' conversaram no programa online 'Some Good News', apresentado por Krasinski no Youtube; veja

Sonia Rao, The Washington Post

31 de março de 2020 | 16h18

John Krasinski lançou uma nova série no Youtube no último fim de semana chamada Some Good News (algumas boas notícias) e, como boa parte dos EUA, procurou algum ânimo em The Office. Na estreia do programa, ele convocou o ex-colega de elenco Steve Carell para celebrar o 15.º aniversário da sitcom da NBC.

"Estamos tentando começar uma rede de TV para boas notícias, e você é uma das grandes", Krasinski disse a Carell em bate-papo de vídeo. "Eu realmente acho que você vai dar certo, Steve."

No dia seguinte ao que seria sua estreia sediando o Saturday Night Live, Krasinski criou esse programa brincalhão no Youtube depois de chamar no Twitter por "histórias que fizeram você se sentir bem nesta semana ou simplesmente o que fez você rir". Entre as muitas respostas há um vídeo documentando um "desfile surpresa, com distância social, de boas vindas de volta" de uma garota de 15 anos, retornando da sua última sessão de quimioterapia. O tuíte viralizou, três vezes mais do que o pedido original do ator.

Sentado no que parece ser seu escritório de casa, Krasinski começou dizendo que há tempos ele esperava assistir a um programa apenas com boas notícias. Depois de ler as histórias emocionantes que cruzaram seu caminho, ele disse, "pensei 'tudo bem, isso é o bastante, e por que não nós, e agora?', então, senhoras e senhores, isso aqui é culpa sua, e esse é o SGN. Eu sou John Krasinski, e se não ficou claro, não tenho ideia do que estou fazendo."

Ele seguiu elogiando trabalhadores da saúde ao redor do mundo, dividindo vídeos das pessoas torcendo por eles e de vizinhos se ajudando. "Sem dúvida", ele disse, "estamos passando por um momento incrivelmente desafiador, mas através de toda a ansiedade, confusão, todo o isolamento e o Tiger King, de alguma forma o espírito humano achou uma maneira de atravessar e nos surpreender".

O ator também conversou com Coco Johnson, a garota de 15 anos que ele descreveu como sua "mais nova e maior heroína". Ela agradeceu as enfermeiras e médicas e encorajou todo mundo a ficar em casa para proteger pessoas como ela, que são mais suscetíveis ao novo coronavírus por conta da imunidade baixa.

A reunião de The Office, uma de várias nos últimos tempos, foi o centro do episódio. Conectado via Zoom graças à esposa de Carell, Nancy, mais entendida de tecnologia, as duas estrelas contaram reminiscências dos anos que passaram como o chefe Michael Scott e como o vendedor Jim Halpert na Dunder Mifflin Paper Company.

"Parte do que era tão divertido sobre a série é que todo mundo no elenco torcia um pelo outro", disse Carell. "As pessoas dariam um passo atrás quando era hora do outro brilhar, e celebravam. Quando você apareceu vestido de Dwight aquele dia — foi muito louco, assistir Jim fazendo Dwight."

Carell destacou o popular episódio Dinner Party — a cena onde Michael mostra a Jim e Pam (Jenna Fischer) sua minúscula TV de plasma na parede — como uma de suas memórias favoritas da série. Krasinski rebateu: "acho que nunca ri tão forte em toda a minha vida".

"Olha, sei que todo mundo está falando de um retorno (da série)", ele continuou. "Espero que um dia possamos nos reunir, como pessoas, e poder apenas dizer oi."

Veja o programa de John Krasinski no Youtube:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.