REUTERS/Shannon Stapleton/File Photo
REUTERS/Shannon Stapleton/File Photo

Jimmy Fallon comemora 'um tipo de normalidade' em volta aos estúdios

Comediante retornou aos estúdios do 'The Tonight Show' em Nova York, mas ainda sem plateia e com espaços com distanciamento social

Jill Serjeant, Reuters

15 de julho de 2020 | 15h01

Jimmy Fallon voltou à televisão para seu Tonight Show, tornando-se o primeiro apresentador de fim de noite dos Estados Unidos a retomar algo que se aproxima de uma produção normal depois de quatro meses.

Fallon esteve no estúdio da NBC em Nova York na segunda-feira, 13, para um programa no qual os operadores de câmera usavam máscaras, não havia público e a banda da casa, a The Roots, tocou em um espaço com distanciamento social.

“Qualquer tipo de normalidade é ótima. Espero que possamos fazê-los sorrir durante uma hora e deixá-los se acomodar e relaxar”, disse o apresentador em seu monólogo de apresentação. Ele se dirigiu à plateia em casa antes de iniciar uma melodia satírica chamada Está Começando a Parecer Um Pouco Normal.

“Nova York está realmente aberta agora que você voltou a fazer seu programa”, disse o primeiro convidado do apresentador, o governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, que participou remotamente. A cidade foi o epicentro do coronavírus nos Estados Unidos, e no mês passado começou a emergir de um isolamento rigoroso.

As produções de TV e cinema foram interrompidas em todo o país em meados de março, e só estão começando a ser retomadas cautelosamente sob diretrizes rígidas, com o objetivo de conter a pandemia.

Fallon e outros apresentadores de atrações de fim de noite vêm filmando segmentos curtos de casa há meses.

Na semana passada, Conan O’Brien começou a transmitir seus talk shows de um clube de comédia vazio de Los Angeles.

A novela The Bold and the Beautiful, do canal CBS, começou a filmar novos episódios no mês passado em Los Angeles, e o cineasta Tyler Perry está gravando duas de suas séries para a rede BET em seu vasto complexo de estúdios em Atlanta, na Geórgia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.