James Franco atribui desempenho ruim no Oscar à falta de energia

Críticos desancaram James Franco por um trabalho fraco como co-apresentador da cerimônia do Oscar, com alguns dizendo que ele aparentava estar chapado sobre o palco. Mas na quinta-feira o ator disse que a razão de seu desempenho foi falta de energia, e não drogas.

REUTERS

01 Abril 2011 | 17h38

Franco, que apresentou a cerimônia de entrega dos prêmios mais importantes do cinema mundial em fevereiro, ao lado da atriz Anne Hathaway, disse ao apresentador David Letterman que refletiu sobre as críticas negativas e as especulações de que teria estado sob o efeito de maconha e que pensava saber a razão disso.

"Adoro Anne Hathaway, mas ela é tão cheia de energia. Acho que até o Diabo da Tasmânia pareceria chapado se estivesse ao lado de Anne Hathaway. Ela tem muita energia", disse Franco no programa "Late Show with David Letterman".

Letterman concordou que Hathaway é "muito animada, muito efervescente", segundo uma transcrição divulgada pelo programa.

Franco respondeu: "Ainda não assisti à fita do Oscar. Acho que talvez estivesse com a energia baixa. Honestamente, eu disse minhas falas do melhor jeito que consegui."

James Franco, 32 anos, é conhecido principalmente por seus papéis dramáticos em filmes como "127 Horas", pelo qual recebeu uma indicação ao Oscar este ano, mas também já atuou em filmes que tratam de maconha, como "Segurando as Pontas".

Mais conteúdo sobre:
TV FRANCO OSCAR ENERGIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.