Jack Bauer, o convencido

Não sei como Jack Bauer sobreviveu a cinco temporadas de 24 Horas. Jack já foi baleado, seqüestrado, infectado por vírus letal, torturado, teve sua morte simulada... Por isso, nesta 6ª temporada, Jack está mais convencido que nunca.No episódio mais recente exibido pela Fox, o agente se entregou ao inimigo sem armas e sem avisar a CTU. Recentemente, ele esnobou um colega da CTU e fez o telespectador ficar com raiva. O agente Morris O?Brien foi preso por Fayed, que usou nele várias técnicas de tortura incluindo uma furadeira. Sob ameaça, O?Brien faz o que o vilão pede: configura um dispositivo para armar bombas nucleares. Ao saber da "fraqueza" do colega, Jack fica passado. Veja bem Jack Bauer, só você coloca os EUA acima de tudo! Jack mata até amigos pela segurança de seu país. Não sei se a 5ª temporada de 24 Horas foi boa demais ou se o tempo de Jack acabou. Mas está difícil torcer pelo herói.Depois de usar toda uma variedade de vilões - árabes, russos, mercenários, extremistas de direita -, o jeito foi colocar a família de Jack na roda. Como se não bastasse ter de conter muçulmanos irados e americanos loucos, Jack terá de deter seu pai. Uma chatice.E o presidente? Wayne não tem o carisma de seu irmão David Palmer (Dennis Haysbert), eleito o mais querido presidente daquele país na ficção. Por falar em Casa Branca, gostaria de saber por que, em 24 Horas, os vice-presidentes e assessores presidenciais são sempre cretinos... 24 Horas, até para uma fã, está surreal demais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.