Divulgação
Divulgação

Irmãos Wachowski apostam alto na TV com a série 'Sense8'

Criadores de ‘Matrix’ desenvolvem ficção com oito protagonistas

Pedro Antunes, O Estado de S. Paulo

31 de maio de 2015 | 06h00

Desde a trilogia Matrix, os irmãos Wachowski são colocados à prova. Seria a dupla capaz de criar uma ficção científica tão arrebatadora quanto a saga de Neo (Keanu Reeves), na sua busca pela salvação da humanidade em um futuro dominado pelas máquinas? Os trabalhos seguintes não obtiveram o êxito que se esperava de Lana e Andy, caso de Speed Racer (2008), A Viagem (2012) e, mais recentemente, o alegórico Destino de Júpiter. Para os irmãos, deixar a tela grande do cinema e apostar no formato televisivo, com a série Sense8, pode igualmente saudável e renovador. Ou, ao menos, uma chance de experimentar dentro de um novo formato. 

A produção chega com exclusividade ao Netflix nesta sexta-feira, 5, em todo o mundo – no Brasil, inclusive. Os dez episódios, de cerca de uma hora de duração (os três primeiros episódios assistidos pelo Estadão apresentaram durações diferentes), estarão disponíveis de uma só vez, como nas outras produções próprias do serviço de vídeos em streaming, como as séries House of Cards e Orange Is The New Black. 

Trata-se, contudo, do projeto mais ousado da Netflix, em escala. A série, desenvolvida pelos Watchowski e J. Michael Straczynski, veterano de Babylon 5, Jeremiah, Crusade, The Real Ghostbusters, entre outras), foi gravada em oito diferentes cidades espalhadas pelo globo, São Francisco, Chicago (ambas nos Estados Unidos), Londres (Inglaterra), Reykjavik (Islândia), Seul (Coreia do Sul), Mumbai (Índia), Berlim (Alemanha), Nairóbi (Quênia) e Cidade do México (México). 

Sense8 também e um dos trabalhos mais ancorados na realidade já feito pelos dois irmãos, mesmo que a ficção científica ainda esteja presente. A trama segue a história de oito protagonistas, cada um morador em uma das cidades já citadas. Um evento ainda misterioso conecta a consciência de todos. De repente, cada um dos oito passa a ver, sentir e pensar com o auxílio dos outros sete. Naveen Andrews, o Sayid Jarrah, de Lost, é um misterioso homem que tenta reunir os oito escolhidos. 

“Ser um sensitivo significa que se um deles souber boxear ou dirigir como um piloto de F1, eu vou saber também”, explica Miguel Angel Silvestri, intérprete de Lito, em entrevista ao Estado na Cidade do México. Lito é a figura “sensitiva” do núcleo mexicano da série, formado também por Alfonso Herrera, ex-Rebeldes, que da vida a Hernando, e Erendira Ibarra, a Daniela Velasquez da série. Lito e Hernando são namorados, mas o primeiro, um ator de sucesso na América Latina, esconde a orientação sexual para não perder o posto de galã e finge namorar a sensual Daniela. 

Os Watchowski buscaram encontrar personagens diversos para protagonizar a série, desde um policial de Chicago a um transgênero em São Francisco. A primeira temporada será usada para apresentar os personagens e seus dramas. A dupla, parece, deixa os personagens rasos para trás. 

Mais conteúdo sobre:
sense8séries de tvtelevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.