Interrompida pela pandemia, 'Walking Dead' encerra 10ª temporada após 19 meses

Interrompida pela pandemia, 'Walking Dead' encerra 10ª temporada após 19 meses

Episódio que fecha esta temporada vai ao ar neste domingo, 4; 11ª e última safra da série de sucesso está prevista para o fim deste ano

AFP, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2021 | 10h00

A 10.ª temporada de The Walking Dead, interrompida pela pandemia, chega à sua conclusão neste domingo, 4 - uma espera de 19 meses desde a sua estreia, que só fez o show sobre o apocalipse zumbi aparecer mais oportuno, de acordo com suas estrelas.

A adaptação da história em quadrinhos continua a ser a série mais assistida da TV a cabo americana (excluindo canais premium como HBO), apesar das quedas na audiência ao longo dos anos.

"É mais relevante do que nunca agora, durante esta pandemia", disse à AFP Paola Lazaro, estreante nesta temporada e que interpreta Juanita Sanchez, também conhecida como 'Princess'. A série "ensina como reconstruir uma sociedade depois que as coisas foram quebradas ou destruídas", disse ela.

The Walking Dead segue as aventuras de um grupo de humanos que sobreviveram a uma catástrofe desencadeada por um vírus que transforma os mortos em zumbis altamente contagiosos e famintos por carne humana.

Quando o vírus da vida real interrompeu a produção por vários meses, a 10.ª temporada teve de ser dividida em duas, com as filmagens dos seis episódios finais sendo retomadas sob estritos protocolos de saúde. Como resultado, muitas cenas apresentam apenas um ou dois personagens por vez - uma experiência para os atores que Lazaro descreveu como "teatral".

Isso significa mais história de fundo e desenvolvimento para personagens como o vilão Negan - incluindo o episódio final de domingo. Mas como os fãs de Walking Dead aprenderam ao longo dos anos, nenhum personagem - não importa o quão importante ou popular - está a salvo de uma morte repentina e brutal. Paola Lazaro admitiu que ela mesma não sabe se Princess estará presente ao longo da 11.ª temporada, a última da série, prevista para ser exibida entre fim deste ano e e 2022.

Embora a 11.ª temporada signifique o fim de The Walking Dead, os zumbis continuarão a assombrar as telas de TV, graças a uma série crescente de spin-offs ambientados no mesmo universo. Um novo show baseado nos personagens de Daryl Dixon e Carol Peletier é esperado para 2023, além dos spin-offs em andamento Fear The Walking Dead e The Walking Dead: World Beyond.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.