João Miguel Junior/TV Globo
João Miguel Junior/TV Globo

Insensato seria deixar de amar

Um casal que se encontra e depois se perde é o centro da nova novela das 9

Patrícia Villalba, O Estado de S. Paulo

17 de janeiro de 2011 | 09h00

Os autores Gilberto Braga e Ricardo Linhares não têm lá uma explicação precisa para a escolha do título da nova novela das 9, Insensato Coração. "Porque nos parece bonito e homenageia o grande Dorival Caymmi", justifica Gilberto.

Mas é claro que o título vai parecer cair como uma luva na história do casal Marina (Paola Oliveira) e Pedro (Eriberto Leão) que, como quase todos os mocinhos de novela, muitas vezes vão parecer insensatos na árdua trajetória até o "felizes para sempre". No começo da trama, quando os dois se conhecem, ela não sabe, mas é madrinha de casamento dele com sua amiga Luciana (Fernanda Machado).

Bastante insatisfeito com o relacionamento com a noiva, que conhece desde a infância, Pedro se deixa levar pela promessa de paixão com Marina. Quando pensava em resolver tudo e cancelar o casamento, há um grave acidente, e Luciana morre. Começa aí o calvário dos mocinhos porque, sentindo-se culpado pela tragédia, Pedro culpa Marina também.

Em uma reviravolta folhetinesca, Marina chegará a se casar com o irmão mais velho de Pedro, Léo (Gabriel Braga Nunes). Sim, ele é o vilão da história. Mau caráter e sedutor, parece não ter aprendido nada com o pai, Raul Brandão (Antonio Fagundes), empresário corretíssimo. Mas é o xodó da mãe, Wanda (Natália do Vale), com quem mantém relação tipicamente edipiana.

O centro da novela são as relações familiares, especialmente a de Léo e Pedro - o primogênito se morde de ciúmes do irmãozinho. O próprio Raul tem problemas com seu irmão, Umberto (José Wilker). De cara, o público vai perceber que os dois nunca se deram bem. E não demorará muito até que Raul flagre a mulher com Umberto na cama. Tomadas as devidas proporções, Léo e Pedro repetem os perfis de Raul e Umberto - "Aí tem...", pensará o noveleiro experiente. "Pois é, será que tem algo a ver?", brinca Fagundes em rápida conversa com o Estado, na coletiva de imprensa que apresentou a novela, na semana passada. Léo será filho de Umberto? - um dos primeiros boatos da novela.

Pelos ares. Com direção-geral de Dennis Carvalho, Insensato Coração se passa no mundo do design, profissão de Marina, e da aviação, já que Pedro é piloto. Dennis promete um ritmo acelerado para a trama, que já começa com o sequestro de um avião por Jonas (Tuca Andrada). Ex-funcionário da empresária Vitória Drumond (Nathalia Thimberg), ele foi preso por supostamente facilitar um assalto, mas jura inocência. Por vingança, sequestra o avião onde estão Marina e Bibi (Maria Clara Gueiros), netas de Vitória. No meio dessa confusão, Marina e Pedro se conhecem.

Cenário. Desta vez, Gilberto Braga se afasta um pouco de Copacabana, cenário constante de suas histórias. Os ricos, sempre tão bem retratados pelo autor, continuam habitando a zona sul carioca, mas desta vez logo ali, em Ipanema. Mas em Copa ainda fica o quiosque de praia de Sueli (Louise Cardoso), irmã de Jonas.

A classe média, por sugestão de Ricardo Linhares, foi para o bairro do Horto. Lá, mora Natalie Lamour (Deborah Secco), ex-participante de reality show, que luta para se manter "quase famosa". A mãe dela, Haidê, é Rosi Campos; o irmão, Douglas, é Ricardo Tozzi e o melhor amigo, Roni, é Leonardo Miggiorin. Um núcleo que, pode-se imaginar, promete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.