Divulgação
Divulgação

Humor sem claque

Nova safra de comédias na TV paga foge do formato tradicional para fazer o público rir a partir de situações provocativas, sem apelar para os manjados risinhos da plateia, mas apostando em um time de atrizes de peso

Etienne Jacintho,

06 Fevereiro 2010 | 16h00

Depois de serem jogadas para escanteio, as séries cômicas voltam a rechear as grades dos canais americanos com destaque. Isso porque três atrizes de peso decidiram (re)apostar no gênero, a exemplo de outra veterana, a atriz Julia Louis-Dreyfus (ex-Seinfeld), que tem obtido bom resultado com a divertida The New Adventures of Old Christine.

 

Na nova safra de atrações, Toni Collette vive quatro personalidades diferentes em United States of Tara, na Fox; Edie Falco cria empatia no público com sua Nurse Jackie, no Studio Universal; e Courteney Cox diverte na pele da quarentona que volta ao mundo dos solteiros em Cougar Town, na Sony.

 

Mas não espere aquelas comédias com risadas ao fundo. As três atrações trazem outro tipo de narrativa e de humor. O criador de Cougar Town, Bill Lawrence, define bem o momento da comédia na TV hoje. Para ele, atração de qualidade é aquela que provoca. "Sei que a série é boa porque incomoda algumas pessoas... E as outras pessoas adoram isso", disse em entrevista à imprensa internacional em Los Angeles.

 

Nurse Jackie e US of Tara se diferem por serem dramédias. Ou seja, nada de gargalhadas! O humor, em ambas as atrações, é mais sutil e um pouco tragicômico, na linha de Desperate Housewives. Cougar Town bebe também da série de Marc Cherry, uma vez que Jules lembra um pouco a Susan (Teri Hatcher) de Wisteria Lane e abusa da comédia mais física, que beira o pastelão.

 

A melhor estreia da temporada nos Estados Unidos, no entanto, ainda não está por aqui. Trata-se de Modern Family, que deve chegar à Fox no segundo semestre. Essa, sim, num formato mais tradicional - porém com situações provocativas -, assim como a despretensiosa Accidentally on Purpose, que traz de volta a atriz Jenna Elfman (Dharma&Greg) e está em cartaz na Sony.

 

4 EM 1

 

United States of Tara entra no ar amanhã, às 22 horas, na Fox, com a história de Tara que, nos momentos de tensão, convoca uma de suas três diferentes personalidades para dar conta dos problemas. Ela pode ser Alice, a dona de casa exemplar; Buck, o cara machão; ou T, a adolescente desinibida.

 

A graça em US of Tara vem bastante da transformação de Toni Collette, ao encarnar uma de suas personalidades. Apesar de caricatos, esses personagens rendem situações divertidas, que deram à atriz o Globo de Ouro e o Emmy de melhor atriz em série cômica, desbancando a até então favorita Tina Fey, de 30 Rock.

 

Novas séries

 

Além de United States of Tara, do canal Fox, outras comédias estreiam na TV paga. Algumas fazem rir; outras, nem tanto. Mas há atrações para todos os públicos, desde os que curtem a comédia tradicional americana, até aqueles que gostam de novidades e um pouco de drama. Confira as atrações dos canais Sony e Studio Universal.

 

Nurse Jackie

 

Nurse Jackie estreia oficialmente hoje, às 21h, no Studio Universal, antigo Hallmark. Na dramédia, a fantástica Edie Falco - premiadíssima por Família Soprano - emociona e diverte o público ao se colocar em situações tragicômicas quase inimagináveis em um hospital. Com um quê de Robin Hood, ela gera empatia por não ser perfeita.

 

Cougar Town

 

Abusando da comédia física, Courteney Cox volta às raízes em Cougar Town, de Bill Lawrence, criador de Scrubs. Ou seja, o humor, na série, não é nada politicamente correto. Courteney é Jules, quarentona recém- divorciada, mãe de um adolescente, que volta ao mundo da paquera, amparada pela amiga Laurie, a divertida Busy Phillips. Jules vive às turras com o vizinho bonitão e protagoniza situações hilárias. Sony, às quintas, às 21h30.

 

Accidentally on Purpose

 

Enquanto United States of Tara e Nurse Jackie seguem a linha dramédia, Accidentally on Purpose é a típica comédia americana. Jenna Elfman é a jornalista Billie, que engravida de um garoto após uma noitada, e assume a gravidez. Ela decide cuidar do pai da criança, mas não quer um relacionamento amoroso com ele. O problema é que o garotão gosta dela e demonstra esse afeto de forma divertida. Despretensiosa, a série vale o zap. Sony, às quintas, 21h.

 

Community

 

A ideia de Community é ótima: uma turma de pessoas um pouco limitadas intelectualmente se conhece em uma universidade comunitária - gratuita e com péssima fama nos EUA. Juntos, eles criam situações de causar vergonha alheia. Chevy Chase está no elenco, mas o roteiro está longe de ser genial. Os primeiros episódios não divertem e passam longe da promessa de ser uma comédia que faz rir a partir do texto. Sony, às quintas, 22h30.

Mais conteúdo sobre:
TV&Lazer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.