Chriz Pizzello/AP
Chriz Pizzello/AP

Hotéis de Nova York não querem hospedar Charlie Sheen, diz jornal

O ator apresenta em 8 de abri, na cidade norte-americana, o espetáculo 'Violent Torpedo of Truth'

Efe,

30 de março de 2011 | 11h03

NOVA YORK - O polêmico ator Charlie Sheen, recentemente demitido da série Two and a half men, poderia estar tendo problemas para encontrar um hotel em Nova York que aceite hospedá-lo, publicou nesta terça-feira o jornal New York Post em sua edição digital.

 

O jornal acrescentou que o hotel Plaza, no qual o intérprete se embebedou e causou graves prejuízos em outubro passado, rejeitou lhe dar um quarto, da mesma forma que outros estabelecimentos de luxo da cidade, como o Waldorf-Astoria e o Trump Soho.

 

Sheen, que levará no dia 8 de abril ao Radio City Music Hall de Nova York seu novo espetáculo, intitulado Violent Torpedo of Truth, poderia estar buscando um apartamento particular, segundo as fontes citadas pela publicação.

 

O jornal acrescentou que o complicado é "encontrar um hotel no qual possa fumar, e no qual possam ficar ele e seu séquito de mais de 30 pessoas, incluindo os técnicos e, certamente, as deusas", em referência às atrizes com as quais se relaciona.

 

Sheen chegou a ser o ator mais bem pago da televisão dos Estados Unidos, mas foi demetido pela Warner Bros. devido a seus problemas com o álcool e com as drogas, e a seus insultos ao criador da série Two and a half men, da qual era protagonista.

Tudo o que sabemos sobre:
charlie sheentwo and a half man

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.