Homens de preto, o retorno

CQC inicia seu segundo ano na Band, com a missão de 'escoltar' a classe política

Julia Contier, O Estado de S.Paulo

07 de março de 2009 | 23h11

Ninguém brigou. A cena que circulou na internet, em que os apresentadores Rafinha Bastos e Marco Luque aparecem discutindo, era apenas um viral - estratégia de marketing para gerar um boca a boca antes da estreia. Isso não quer dizer que tudo são flores no Custe o Que Custar, programa da produtora argentina Cuatro Cabezas que entra em seu segundo ano na Band.Neste ano, o time dos homens de preto, liderado por Marcelo Tas, tem alguns desafios pela frente:1) não se tornar celebridade, para continuar intimidando as próprias estrelas;2) manter a audiência;3) e se sustentar com as mesmas (ou novas) piadas.Para isso, o diretor da Cuatro Cabezas, Diego Barredo, aposta na reformulação gráfica e em novos quadros - três na primeira fase e outros sete ao longo do ano.O CQC volta ao ar nesta segunda, 9, com um tom futurista, que buscou elementos nos filmes Batman e Matrix, e três novos quadros, todos com foco na política. Além de Fala na Cara e Palavras Cruzadas, Controle de Qualidade também terá a missão de cobrar os políticos, sem esquecer a piada. O repórter irá em eventos políticos para checar se eles estão bem informados. Com um jornal na mão, eles desafiam os alvos com perguntas como: "você sabe onde fica Guantánamo?". E as respostas são as mais esdrúxulas - mas nada muito além do que a gente já não espere, dado o conjunto de pérolas que os políticos brasileiros já soltaram por aí.     TRANSFORMERS: Além do tom futurista anunciado para o novo cenário, as vinhetas foram todas repaginadas. Na foto, Rafinha Bastos se transforma em uma supermosca, para a abertura do quadro Proteste Já.PALAVRAS CRUZADAS: O que os prefeitos Gilberto Kassab e Eduardo Paes têm em comum? E os músicos Marcelo D2 e João Donatto? O resultado de duas entrevistas com as mesmas perguntas a personagens antagônicos, aliada a uma bela edição, faz a graça de outro quadro novo.   FALA NA CARA: Já imaginou falar tudo o que você sempre quis para o Maluf, na cara dele? A missão de Felipe Andreoli e Oscar Filho, no quadro Fala na Cara, será exatamente essa. Eles vão levar um político para as ruas e deixar com que as pessoas lavem a sua alma com o cidadão.

Tudo o que sabemos sobre:
CQCBandestreiaTV&Lazer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.