Homem Cueca vira série animada, com vaga na faixa nobre da Band
Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Homem Cueca vira série animada, com vaga na faixa nobre da Band

Cristina Padiglione, O Estado de S. Paulo

22 Dezembro 2015 | 03h00

Criação do humorista Felipe Xavier, o Homem Cueca salta das ondas do rádio para a tela da TV: em 26 episódios de dois minutos cada um, o personagem ganha vida em série animada na Band, a partir de 4 de janeiro. As pílulas vão ao ar de segunda a sexta, às 22h15, sempre antecedendo Os Simpsons. De alguma forma, o tom politicamente incorreto une as duas produções.
É a primeira vez que uma animação brasileira ganha espaço em uma TV aberta, na faixa nobre. O personagem é um super-herói da periferia que tem como único superpoder aparecer e desaparecer assim que é chamado. Sem um tostão no bolso, cobra R$ 100 por seus feitos, “mais o dinheiro do busão”. Mulherengo e preguiçoso, é casado com a Mulher Calcinha e tem um filho que é seu espelho do avesso: o Menino Fralda é bom aluno, quer estudar e fugir das enrascadas da família desajustada. 
Os 26 episódios são a síntese desse personagem politicamente incorreto. Depois de ter criado mais de 600 histórias ao longo de 12 anos, a animação só traz o melhor do Homem Cueca”, diz Xavier, que já trabalha no avanço do projeto. A ideia é produzir uma nova safra de episódios mais longos, com 30 minutos de duração. “Ele é um super-herói brasileiro”, completa o humorista: “Pega ônibus, enfrenta filas, recebe Bolsa Família. Está sempre querendo tirar vantagem de alguma situação”. 
A animação Homem Cueca é obra de coprodução da Band com a Galáxia Filmes e conta com investimento de R$ 500 mil do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Ancine.

Hoje é um novo tempo. Nesta terça, tem Família Record, especial de fim de ano com todo o elenco da casa. Aqui, Xuxa, Marcos Mion e Rodrigo Faro brincam de leitura labial. E Faro, sem pedestal para o microfone, improvisa um meio de acessar a imagem. No ar às 22h30.
A final do ‘The Voice Brasil’, ao vivo, nesta sexta, dia de Natal, terá ação inédita no Twitter. Quem digitar #TheVoiceBrasil verá sua hashtag se transformar em um Twitter Emoji exclusivo: uma mãozinha segurando o microfone, logotipo do show.
É a primeira vez que uma ação do gênero ocorre na América Latina, segundo a Globo. E estará disponível para os fãs do reality a partir das 18h de hoje. A semifinal da atração, no dia 17, somou mais de 5,4 milhões de visualizações na plataforma.
‘Vai Que Cola, o Filme’, já estará disponível para locação nas plataformas de vídeo sob demanda das operadoras de TV paga, pelo Telecine On Demand. Vale a partir do dia 29.
15 pontos no Ibope da Grande São Paulo rendeu a final do Mundial de Clubes (Barcelona x River Plate), na Globo. O resultado é 67% maior que a média dos 4 domingos anteriores no horário
Eu tô tentando matar um mosquito aqui no estúdio e não acertei uma. Ao vivo é difícil”
Ricardo Boechat NO ‘JORNAL DA BAND’, EM SOLIDARIEDADE A STEVE HARVEY, QUE ERROU A VENCEDORA DO MISS UNIVERSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.