HBO
HBO

HBO exibe documentário sobre o 11 de Setembro contado por alunos de escola vizinha às Torres Gêmeas

Hoje, 18 anos depois dos ataques terroristas, sobreviventes relembram os momentos de horror que passaram a algumas quadras do World Trade Center em À Sombra das Torres: O 11 de Setembro em Stuyvesant, da HBO

Redação, O Estado de S. Paulo

11 de setembro de 2019 | 10h08

A HBO exibe nesta quarta, 11, quando se completam 18 anos dos atentados de 11 de Setembro, que destruíram as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York, e mataram milhares de pessoas, o documentário À Sombra das Torres: O 11 de Setembro em Stuyvesant. Haverá outras exibições ao longo dos próximos dias (veja os horários abaixo) e o filme também está disponível na HBO GO.

Produção original da HBO que estreia agora, À Sombra das Torres: O 11 de Setembro em Stuyvesant relembra, por meio de histórias de alunos da escola pública Stuyvesant, que ficava a poucos quarteirões do World Trade Center, como foi o fatídico e trágico 11 de Setembro para eles.

Dirigido e produzido por Amy Schatz (Song of Parkland, The Number on Great-Grandpa’s Arm e An Apology to Elephants), vencedora de 7 prêmios Emmy, o documentário traz, em 31 minutos, o depoimento de oito ex-estudantes da Stuyvesant. Eles eram adolescentes em 2001 e tiveram sua vida alterada para sempre pela tragédia. 

O filme conta, por exemplo, que quando os alunos, muitos deles imigrantes, saíram para as ruas, eles tentaram encontrar um ao outro e ficar juntos. Mostra, também, o medo que sentiram de sofrer alguma retaliação e conta que dois deles, Himanshu Suri e Taresh Batra, andaram pelas ruas com uma mulher usando hijab que foi amaldiçoada por homens. Em outro depoimento, Mohammad Haque, filho de imigrantes de Bangladesh, lembra que teve a noção de que estava em uma zona de conflito quando ele ligou para seu pai que implorou ao telefone: “por favor, apenas sobreviva”.

Além de relembrar o dia dos ataques às Torres Gêmeas, À Sombra das Torres: O 11 de Setembro em Stuyvesant mostra como o episódio moldou a vida desses jovens e alternou a noção do ‘sonho americano’, e como ele continua moldando o mundo hoje.

O 11 de Setembro vem mobilizando artistas das mais diversas linguagens. A literatura, por exemplo, começou a tentar lidar com o trauma dos ataques logo após a tragédia e há bons livros nas livrarias sobre o episódio que mudou os rumos da história do mundo.

Horários de 'À Sombra das Torres: O 11 de Setembro em Stuyvesant'

Quarta, 11

22h03

Sexta, 13

22h30

Segunda, 16

17h45

Quinta, 19

9h35

Quarta, 25

10h15

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.