Glória Menezes completa 80 anos

Glória Menezes completa 80 anos

Atriz está há mais de cinco décadas na TV

O Estado de S. Paulo

18 de outubro de 2014 | 16h00

 Não importa a geração, todo mundo tem na memória um papel interpretado por Glória Menezes. A atriz, que completa 80 anos neste domingo, começou sua carreira nos palcos em 1959, quando deixou para lá o verdadeiro nome, Nilcedes Soares de Magalhães, e adotou o identidade de artista que mantém até hoje.

No ano em que ingressou na profissão, fez seu primeiro trabalho na televisão, com a novela Um Lugar ao Sol, na TV Tupi, após levar o troféu de revelação em um prêmio organizado pelo diretor de teatro Antunes Filho. Pé-quente, Glória rodou no ano seguinte O Pagador de Promessas, filme de Anselmo Duarte que dois anos depois estreou no Festival de Cannes e foi laureado com a Palma de Ouro, um dos mais importantes troféus do cinema até hoje.


Ainda no início da promissora carreira, a gaúcha entrou para o elenco de 2-5499 Ocupado, primeira novela diária da TV brasileira. Foi nesse trabalho que ela engatou o romance com Tarcísio Meira, com que fez diferentes pares românticos ao longo das décadas. Casados há 50 anos, os dois fazem questão dar declarações públicas de afeto. 

A força do relacionamento no imaginário do público fez com que os atores fossem constantemente escalados para interpretar casais na ficção. Após 1968, quando ela entrou na novela Passo dos Ventos, em que dividia a cena com o ator Carlos Alberto, autores e diretores perceberam que era preciso deixar Glória ao lado de Tarcísio na tela novamente. No ano seguinte, os dois estavam juntos em Rosa Rebelde, de Janete Clair. Pouco tempo depois, voltaram a contracenar na primeira versão de Irmãos Coragem, em que a atriz de destacou por interpretar uma mulher com três personalidades diferentes: a extrovertida Diana, a tímida Lara e a equilibrada Márcia. 

Quase uma década depois, os artistas encarnaram Diogo e Leila em Espelho Mágico, trama de Lauro César Muniz. Com uma história de metalinguagem, a produção mostrava o dia a dia de uma novela fictícia, protagonizada pelo casal queridinho do público. A atração chamou a atenção por abordar as confusões nos bastidores da TV. 

Em 1983, na primeira versão de Guerra dos Sexos, a personagem de Glória, que era casada com o de Tarcísio, largava o marido para ficar com o motorista, vivido por Mário Gomes. Cinco anos mais tarde, o casal foi estrela do seriado Tarcísio & Glória, em que ela dava vida a uma extraterrestre que matinha um relacionamento com um empresário corrupto. Ambos também eram produtores do programa.

Entre os papéis marcantes que vieram em seguida está a Laurinha de Rainha da Sucata (1990). A vilã cômica e antagonista de Maria do Carmo (Regina Duarte) chamou a atenção por cometer suicídio em uma das sequências. Nos anos 2000, um dos destaques foi a Baronesa de Bonsucesso de Senhora do Destino (2004), personagem que sofria de Mal de Alzheimer. O trabalho mais recente de Glória Menezes na TV foi o seriado Louco por Elas, em que encarnava Violeta, matriarca de uma confusa família.

Tudo o que sabemos sobre:
Glória Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.