EDGARD GARRIDO/REUTERS
EDGARD GARRIDO/REUTERS

García Márquez inspira série de ficção colombiana

‘Gabo’ vai retratar a vida do prêmio Nobel de Literatura de 1982, que completaria 90 anos nesta segunda, 6

AFP / BOGOTÁ , O Estado de S.Paulo

06 Março 2017 | 05h00

Está em processo de criação a primeira série de ficção sobre a vida do escritor colombiano Gabriel García Márquez, o Gabo, que completaria 90 anos nesta segunda, 6. Trata-se de um projeto de produtores escritores independentes da Colômbia, que planejam vendê-lo para a Netflix ou HBO. 

“É o primeiro seriado com foco na vida do aclamado escritor e que não é um documentário”, informou a equipe de produtores, segunda a qual a série contará com três temporadas, tendo 13 episódios cada uma e duração de 45 minutos. As tramas vão mesclar “ação, suspense e paixão, por meio de histórias inéditas da descrição imaginativa e supersticiosa do personagem”.

A ideia da série Gabo surgiu depois da formação de um grupo de narradores e produtores colombianos que em 2015 decidiram investigar “exaustivamente” a vida do escritor com vistas à criação da série.

O conhecido cineasta colombiano Sergio Cabrera e o produtor de conteúdo Hugo León Ferrer deram forma ao projeto com base em material de arquivo, entrevistas e contando com a ajuda de Plinio Apuleyo, escritor de dois livros dedicados ao seu amigo García Márquez.

Cristina Villar, que dirige a produtora Perrenque Media Lab, integra o grupo que desenvolveu a proposta junto com a Into Films. Cristina disse à AFP que o seriado está sendo desenvolvido e o objetivo é vendê-lo a uma plataforma OTT (Over The Top) tipo “Netflix ou HBO”.

Este é o primeiro passo para deslanchar o trabalho de pré-produção e produção da série.

Ainda de acordo com a produtora, em breve a equipe terá pronto “um primeiro roteiro do episódio zero, o ponto de partida para um cliente potencial se dispor a financiar o projeto e as filmagens começarem ainda este ano”.

Gabriel García Márquez, que ganhou o prêmio Nobel em 1982, continua e continuará provocando reações depois de sua morte, em 2014, aos 87 anos, pois, diariamente, “milhões de pessoas apreciam as deliciosas páginas do universo mágico de Macondo, o lugarejo idealizado pelo escritor, traduzido para muitos idiomas”, diz o comunicado. / TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO 

Mais conteúdo sobre:
Colômbia Netflix Sergio Cabrera Cristina

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.