EFE/HBO
EFE/HBO

Qual o final de Game of Thrones? Confira o 'recap' do episódio 6 da série

Quem finalmente ficou com o trono de ferro foi revelado neste domingo, 19; o ‘Cultura Estadão’ traz um resumo do último capítulo da 8ª temporada

Thaís Ferraz, especial para o Estado

20 de maio de 2019 | 00h23

Este  texto contém spoilers da oitava temporada de Game of Thrones

Tyrion caminha pelos escombros de Porto Real. Verme Cinzento condena os poucos soldados Lannister que sobraram à morte. Tudo é sombrio, violento, no início do último episódio de Game of Thrones, que foi ao ar neste domingo, 19, às 22 horas, e mostrou quem ficou com o trono de ferro.

O aftermath da batalha (ou destruição) de Porto Real confirma algumas teorias. Daenerys de fato se corrompeu pelo poder. À seu modo: acredita que foi incumbida da missão de libertar todo o mundo. “Para comandar todo o mundo”, como observa Tyrion. Revela seu plano de libertar todos os povos enquanto seus soldados dothraki e imaculados batem com suas espadas ritmicamente no chão.

Daenerys  transforma Verme Cinzento em Mestre da Guerra. Tyrion entrega seu cargo de Mão da Rainha, e finalmente é preso por sua traição. Arya tenta convencer Jon de que eles nunca estarão seguros, uma vez que Daenerys conhece a verdadeira origem dele.

Jon visita Tyrion na prisão e tenta justificar as decisões de Daenerys. “O amor é a morte do dever”, diz em um momento, citando Aemon Targaryen. “Às vezes, o dever é a morte do amor”, escuta como resposta. Tyrion tenta convencê-lo de que seu dever sempre foi proteger  o povo, e que agora a maior ameaça ao povo é Daenerys.

Entre as ruínas da Fortaleza Vermelha, Daenerys encara o trono de ferro. Jon chega até ela. Daenerys tenta convencê-lo a liberar os povos e “quebrar a roda” ao seu lado, criando um novo mundo, que será bom. Jon afirma que Daenerys sempre será sua rainha. Os dois se beijam e Jon a mata com um punhal. Drogon derrete o trono de ferro e carrega o corpo de Daenerys para longe.

É  o fim da ‘parte I’ do episódio. Algum tempo se passa, e Tyrion é retirado da cela em que está e levado a Dragonpit, onde é aguardado por um grupo grande e um tanto aleatório de personagens: Sansa, Arya, Bran, Brienne e Sam são alguns deles. Descobrimos que  ali estão as pessoas mais poderosas de Westeros. Elas decidem escolher o novo rei ou a nova rainha.

Após algumas propostas não aceitas, Tyrion faz um discurso apaixonado em defesa de Bran. “Ele conhece toda a história. Quem seria melhor para comandar o nosso futuro?”, pergunta. Aos poucos, todos os presentes aceitam Bran como o legítimo rei de Westeros. Sansa  decide que o Norte será independente. Bran faz de Tyrion sua Mão.

Os Imaculados seguem para Naath. Jon é condenado a voltar para a Muralha. Se despede dos irmãos: Sansa, que volta para Winterfell e se torna Rainha do Norte, Bran, rei dos Sete Reinos, e Arya, que decide explorar o mundo.

Brienne vira Guarda Real e escreve a história de Jaime. Bronn, Davos e Sam se tornam parte do conselho real de Bran. Podrick se torna um cavaleiro.

Na muralha, Jon encontra Tormund e Fantasma. É recebido também pelos selvagens, com quem caminha  para Lá da Muralha, que se fecha atrás deles. 

Jornalistas do Estado comentam final de GoT

Nesta segunda-feira, 20, jornalistas do Estado e Marcelo Rubens Paiva discutiram o último episódio de Game of Thrones. Confira a live:

 

Tudo o que sabemos sobre:
Game of Thronessérie e seriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.