Fox contrata 30 e anuncia expansão aqui

20 Junho 2011 | 10h24

Animada com o avanço da TV paga no País, a Fox promete contratar 30 profissionais de áreas distintas pelos próximos meses, para somar, até o fim do ano, 80 pessoas em sua sede paulistana. "Estamos aumentando postos de trabalho de forma significativa", atesta o vice-presidente da Fox Channels do Brasil, Gustavo Leme. Segundo ele, a Fox tem até repatriado talentos brasileiros que estavam nos Estados Unidos, interessada que está na mão de obra qualificada com DNA nacional. O Brasil é hoje um dos mercados internacionais de maior relevância para a rede de Rupert Murdoch, o que justifica ainda aumento de investimentos em produções nacionais, de séries a documentários.

O diretor

Atento à luz, cenário e áudio de cenas gravadas para o último episódio da série Mulher Invisível , Selton Mello faz aí papel de diretor, missão inaugurada na TV justamente pelo título em questão. Acaba no dia 5, mas tem boas chances de uma 2ª temporada.

US$ 25 milhões

é a estimativa de custo mínimo da minissérie The Kennedys, em 8 capítulos, que chega aqui pelo A&E (dia 3 de julho), History Channel (dia 4) e Biography (dia 5)

"Eu gosto de coisa melosa, gosto de melodrama, de ver novela, de coisa que é para chorar." Wagner Moura, a Sarah Oliveira, na estreia do Viva Voz: 4ª, no GNT

O Discovery Kids quer que o Ibope passe a mensurar audiência de telespectadores a partir dos 2 anos de idade. O instituto só computa a sintonia a partir dos 4, idade considerada mínima para que alguém se identifique no controle remoto da mostra.

Para Adriano Schmid, do Discovery Kids, as crianças de 2 anos hoje já têm noções de informática e saberiam se identificar no controle usado pelos lares que compõem a mostra do Ibope. A sugestão foi feita durante o ComKids/Fórum Brasil - Mercado Internacional de TV, em São Paulo.

E quais são as restrições de um canal como o Discovery Kids aos conteúdos lá oferecidos? Foi o que quis saber uma participante do Fórum, Paula Santos. Roteirista, ela relatou o caso de um colega americano que teria tido um argumento vetado porque havia carrinho de rolimã na história e "carrinhos de rolimã não têm cinto de segurança", veja bem.

Tudo que possa remeter a armas, violência ou sexo, explicou Adriano, do Discovery, não tem espaço no canal.

Virando a página: Mãe orgulhosa, Marina de Sabrit conta à coluna que Patricia volta a Amor e Revolução, "para nossa alegria", com nova personagem, É Violeta, cabelos curtos, morena e provável irmã da desaparecida Olívia.

Campina Grande e Caruaru, mais o forró caju de Aracaju, o abadá junino de Salvador e o pau de arara elétrico de Natal estão no roteiro de três grandes reportagens encabeças pelo Jornal Hoje a partir desta quarta, sob o mote junino.

A Band se fez de discreta com o caso Edmundo, seu comentarista esportivo, mas deu largo destaque à prisão da dona da emissora afiliada de Edir Macedo no Mato Grosso, acusada de extorquir o prefeito de Sorriso. É a mágoa pela perda de José Luiz Datena.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.