Sony
Sony

‘Flores de Aço’, remake com Queen Latifah, é atração da Sessão da Tarde

Filme será exibido nesta segunda, 11, na Globo; veja trailer original

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2019 | 12h43

É bom ir logo esclarecendo que não se trata do original de 1989 – pelo qual Julia Roberts recebeu o Globo de Ouro de melhor coadjuvante e que está comemorando 30 anos. O Flores de Aço que a Globo apresenta na Sessão da Tarde desta segunda, 11, é o remake. Men, ou melhor, women in black.

Rememorando – o original de Herbert Ross acompanhava as vidas de um grupo de mulheres. Amigas que mantinham como ponto de união o salão de beleza de Dolly Parton, numa pequena cidade da Louisiana. Atrizes como Sally Field, Shirley MacLaine, Daryl Hannah, OIympia Dukakis, a já citada Julia Roberts. Julia sofre de diabetes, mas segue adiante com o projeto der se casar, e de ter filhos, para desespero da mãe – Sally, que na época já ganhara dois Oscars, por Norma Rae e Um Lugar no Coração.

A novidade do remake é o elenco predominantemente, ou quase todo negro. Fora isso, a história não mudou – muito. Continua tratando da amizade feminina, e centrada na relação entre mãe e filha. M’Lynn e Shelby.

A garota continua sofrendo de diabetes, disposta a casar-se e a ser mãe. Queen Latifah substitui Sally Field, secundada por numerosas, e talentosas, atrizes negras. Condola Rashad, Alfre Woodard, Phylicia Rashad, Jill Scott, Adepero Oduye. O próprio diretor Kenny Leon é negro, e considerado o mais importante diretor afro-americano da Broadway. Ganhou o Tony, o Oscar do teatro americano. Costuma ser incensado por seu trabalho em defesa do teatro regional, não apenas o teatrão nova-iorquino.

Flores de Aço passa às 15h14. Como o original, é um filme que aposta pesado na emoção. Será difícil não verter uma lágrima. Nos anos 1980/90, Hollywood produzia muitos desses filmes. Tomates Verdes Fritos, Laços de Ternura. Todos histórias de família, de amizade feminina. Laços de Ternura, de James L. Brooks, ganhou os Oscars de filme, direção e roteiro de 1983. Somou os de atriz (Shirley MacLaine) e ator coadjuvante (Jack Nicholson). Mãe e filha numa relação complicada que se estende durante anos, e agora a filha está no hospital, pode estar morrendo.

Tomates Verdes Fritos, de Jon Avnet, de 1992, passa-se em dois tempos. Uma idosa, num asilo, conta uma história que vai servir de motivação para uma mulher reprimida no casamento. Como duas amigas desafiaram convenções e se impuseram numa comunidade machista e conservadora, enfrentando até a racista Ku Klux Klan. Grande elenco – Jessica Tandy, Kathy Bates, Mary Stuart Masterson, Mary-Louise Parker, etc.

Todos esses filmes encontram-se disponíveis em streaming. São histórias lindas – inspiradoras. Nada de reclamar contra efeitos e super-heróis. Apenas o sentimento de que é bom que o cinema não perca de vista os pequenos (grandes?) dramas de gente como a gente. 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaQueen LatifahKenny Leon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.