Divulgação
Divulgação

Fãs de 'Grey's Anatomy' ficam chocados com a saída inesperada de Patrick Dempsey

Ator afirmou estar satisfeito com o desenvolvimento de sua personagem, o Dr. Shepherd, que morre de forma trágica

O Estado de S. Paulo

24 de abril de 2015 | 14h32

O Dr. Derek Shepherd, vivido por Dempsey desde o início da série, que começou a ser exibida em 2005, teve uma morte heroica ao lutar para salvar a vida das vítimas de um acidente de carro

Os fãs do drama televisivo Grey's Anatomy acordaram nesta sexta-feira, 24, em negação depois que o "Dr. McDreamy", apelido da personagem de Patrick Dempsey, foi morto em um acidente de carro no episódio exibido na noite de quinta-feira, 23, nos Estados Unidos.

Depois de ajudar a colocá-las em uma ambulância, Shepherd entra em seu carro com destino ao aeroporto e é atingido em cheio por um caminhão.

A sequência final inclui a cena em que sua esposa, Meredith Grey, a protagonista interpretada por Ellen Pompeo e que dá título à série, concorda em assinar os papéis que autorizam a desligar os aparelhos que mantinham "McDreamy" vivo.

"Acho que foi chocante, a forma com que acontece. Vai ser um episódio poderoso. Mas a vida é assim", declarou Dempsey à revista Entertainment Weekly."Estou digerindo a coisa. Faz parte do processo de luto, da experiência pós-Grey's Anatomy", acrescentou.

Dempsey, que no ano passado assinou uma extensão por dois anos de seu contrato, afirmou estar satisfeito com o desenvolvimento de sua personagem."Foi uma progressão natural da maneira com que a história se desenvolveu. Foi tipo: tudo bem! Foi na hora certa".

A criadora do programa, Shonda Rhimes, disse que nunca imaginou que diria adeus ao amado "McDreamy."

"A personagem tornou-se um exemplo bem significativo - feliz, triste, romântico, sofrido, e sempre verdadeiro - do que as jovens mulheres deveriam exigir do amor moderno. A perda dele será sentida por todos", afirmou, em um comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
Televisãosérie de TVPatrick Dempsey

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.