Netflix
Netflix

Família do criador de Sherlock Holmes processa Netflix por série com Millie Bobby Brown

'Enola Holmes' é uma adaptação de uma série de romances de Nancy Springer que imaginam que o detetive tem uma irmã adolescente

Redação, AFP

29 de junho de 2020 | 10h10

Os proprietários da obra do escritor Arthur Conan Doyle, criador de Sherlock Holmes, processaram a Netflix por suposta violação de direitos autorais em sua recente produção sobre o famoso detetive. O filme, Enola Holmes, estrelado pela atriz Millie Bobby Brown, é uma adaptação da Netflix de uma série de romances de Nancy Springer que imaginam que o detetive tem uma irmã adolescente.

Embora outro caso judicial tenha determinado que os primeiros romances de Holmes são de domínio público, o novo processo alega que o detetive só expressou sentimentos em relação às mulheres nos últimos dez livros, que permanecem sob o controle da família de Arthur Conan Doyle.


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.