Reprodução
Reprodução

Ex-'Two And a Half Men' volta a criticar série

Angus T Jones disse que era um 'hipócrita pago' por continuar no programa

O Estado de S. Paulo

18 de março de 2014 | 10h35

O ator Angus T. Jones, o Jake de Two And a Half Men, falou mal novamente da série em uma entrevista dada a uma rede de TV no sábado. Ele, que se converteu à Igreja Adventista, disse que era um “hipócrita pago” ao continuar no programa, do qual saiu do elenco fixo em 2013.

“Era difícil pra mim estar na série e ser parte de algo que fazia gozação com temas do nosso mundo, onde há problemas para muita gente. Eu era um hipócrita pago porque eu não estava bem fazendo isso, mas mesmo assim fazia”, disse Jones, que ganhava US$ 300 mil por episódio.

O ator, que em 2012 havia pedido ao público que parasse de ver a série, classificando-a como “imoral”, disse que se arrepende de ter criticado o programa criado por Chuck Lorre, o mesmo que concebeu The Big Bang Theory. “A série é o bebê dele e eu falei mal do bebê dele. Eu me arrependo mas, tirando isso, não retiro nada do que eu disse."

Jones, que tem visitado igrejas adventistas nos Estados Unidos, não está envolvido em nenhum projeto. Ele disse que pretende participar de produções com foco em histórias bíblicas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.